Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/08/2005 09:18

Alerta à população sobre ‘festival’ de golpes

João Humberto

O deputado estadual Maurício Picarelli (PTB) vem alertando a população há algum tempo sobre a onda de golpes presenciada no Estado, principalmente na Capital. Os golpes da instituição e dos cheques fraudulentos têm liderado a lista dos mais praticados e, segundo Picarelli, tem gerado grandes prejuízos e transtornos às vítimas.



No caso do golpe da instituição, os criminosos aproveitam-se dos nomes de entidades e instituições beneficentes para pedir dinheiro em nome destas empresas, sem ao menos informar seus respectivos nomes ou um telefone para entrar em contato. Uma entidade muito visada pelos golpistas é o Hospital do Câncer, situado em Campo Grande.



Conforme o coordenador de recursos humanos do hospital, Marcelo Melo, “o hospital é uma entidade que tem muita credibilidade e por isso vem sendo alvo dos golpistas. Aqui nós treinamos pessoas especializadas e que fazem capacitação para a captação de recursos. A operadora de telemarketing disponibiliza o telefone, o motoqueiro quando vai buscar o dinheiro tem crachá e apresenta identidade e carteira de trabalho com registro do hospital e o nosso recibo é da cor rosa, tom pouco utilizado em recibos”. Ele alerta para a cobrança de alguma identificação por parte de quem for receber o dinheiro. “As pessoas devem exigir algum documento antes de entregar o dinheiro”.



Cheques – Golpe de hábito comum atualmente está sendo o do cheque fraudulento. Neste caso, a pessoa efetua o pagamento de alguma compra através de uma folha de cheque. Em seguida entra em cena o golpista que vai até o estabelecimento onde foi efetuada a compra e informa o nome da pessoa titular do cheque, dizendo que quer resgatar o cheque e em troca dá a quantia preenchida na folha de cheque. Com o cheque resgatado, o golpista modifica o valor da folha e quem sai no prejuízo é o titular do cheque.



Um caso deste golpe foi denunciado ao deputado Picarelli. Segundo o parlamentar, a vítima teria alegado que preenchera um cheque no valor de R$ 36, contudo, o saldo em sua conta bancária foi de R$ 2 mil. Num outro caso, um cheque de R$ 16 foi modificado também para o valor de R$ 2 mil.



“Não sei de que maneira estes golpistas modificam os valores, só sei que isto está acontecendo e é bom que a população tome conhecimento dos novos tipos de golpes. Portanto, é preciso manter cuidado e sigilo na troca de informações por telefone e principalmente quando do outro lado da linha a pessoa pergunta número de documentos pessoais. E quanto ao fato de preencher um cheque, é bom certificar ao vendedor que a folha não será trocada em hipótese alguma por dinheiro oferecido por terceiros”, conclui o deputado.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)