Cassilândia, Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2021

Últimas Notícias

11/04/2017 08:40

Alegando escalação irregular, Urso tenta eliminar Operário na Justiça

Campo Grande News

 

O Operário pode perder a classificação para as semifinais do Estadual 2017 na Justiça. O Urso, equipe derrotada por 3 a 0 e 4 a 1 nas quartas de final de pelo Galo, vai ingressar com uma ação contra o clube, alegando a escalação irregular de um jogador que deveria ter cumprido suspensão de três jogos.

O atleta em questão é o volante Eduardo Arroz, que em 2016 defendeu o Sete. Na semifinal contra o Operário, no jogo de volta, ele foi expulso e cumpriu suspensão automática no duelo de ida da final, contra o Comercial.

Porém, Arroz foi condenado a pena de três jogos de suspensão, a ser cumprida também em torneio regional, no dia 31 de maio, pelo TJD-MS (Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul).

Nos registros disponibilizados online pela entidade, não há relatos de que a pena do atleta tenha sido convertida ou alguma mudança que tenha abonado o atleta de cumprir tal suspensão. Ele se transferiu para o Operário no início do ano e jogou em 11 dos 12 duelos disputados - ficou fora apenas de um, cumprindo suspensão automática por três cartões.

E é nisso que se apega a diretoria do Urso e do Comercial, que também deve ingressar com ação, conforme apurou a reportagem. "O Arroz jogou contra nós os dois jogos sem ter cumprido a suspensão imposta pelo TJD, no ano passado", explica o diretor e técnico do Urso, Caetano de Souza, o Jandaia.

A ação deve ser entregue ao TJD nesta terça-feira (11) à tarde e vai requisitar apenas os pontos dos duelos das quartas de final e, consequentemente, a classificação paras as semifinais. Procurada pela reportagem, a diretoria do Operário manifestou tranquilidade quanto ao caso e disse apenas que segue trabalhando.

Comercial - Porém, a situação do Galo pode ficar mais dramática caso outros clubes, sentindo-se prejudicados com a situação, ingressem na Justiça. Um deles é o Comercial, que jogou no mesmo grupo do alvinegro e ficou em segundo lugar.

Eliminada pelo Sete, a equipe colorada pode encontrar nesse suposto erro do Operário uma brecha para retornar ao campeonato. Para isso, seria preciso uma recontagem de pontos que colocaria e Comercial na liderança do Grupo A, e então as quartas de final teriam que ser refeitas. Nesse caso, há também o risco do Galo ser rebaixado.

O elenco do Comercial ainda não foi dispensado, já que o time além de tentar seguir no Estadual, também irá disputar a Série D do Brasileirão. O time do Urso seria dispensado nesta terça-feira, mas as rescisões de contratos foram todas canceladas e a equipe retorna aos treinos de olho em uma possível vaga na semi.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 24 de Fevereiro de 2021
Terça, 23 de Fevereiro de 2021
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)