Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/10/2005 16:40

Aldo Rebelo rejeita julgamento coletivo de 13 deputados

Agência Câmara

O presidente da Câmara, Aldo Rebelo, descarta a possibilidade de julgamento e aplicação de penas coletivas aos deputados que respondem a processos disciplinares no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. Ele reafirmou nesta quinta-feira que a abertura de processos contra os 13 deputados citados no relatório preliminar das comissões parlamentares mistas de inquérito (CPMI) dos Correios e da Compra de Votos vai respeitar a particularidade de cada denúncia analisada pela Corregedoria.

Renúncia
O Conselho de Ética vai instaurar os processos na próxima segunda-feira (17), às 18 horas. Depois desse prazo, os deputados não poderão mais renunciar para manter o direito de disputar as próximas eleições. Pela Emenda Constitucional 6/94, a renúncia de parlamentar submetido a processo que possa levar à perda do mandato terá seus efeitos suspensos até as deliberações finais.
Os relatores dos processos contra os 13 deputados serão sorteados na manhã de terça-feira (18).

Parecer
Aldo Rebelo defende que o parecer da Corregedoria, aprovado pela Mesa Diretora na última terça-feira (11), traz referências sobre cada uma das denúncias apresentadas contra 16 parlamentares. Como três deputados - José Dirceu (PT-SP), Sandro Mabel (PL-GO) e Romeu Queiroz (PTB-MG) - já respondem a processo no Conselho de Ética, o presidente da Câmara considera que o envio das 13 representações separadas demonstra a compreensão da Mesa de que as investigações e os julgamentos dos deputados supostamente ligados ao escândalo do "mensalão" devem ser individualizados. "A representação individual também ajuda a caracterizar a individualidade de cada processo", observou. "Portanto, o Conselho de Ética, naturalmente, vai tomar como referência a descrição de cada caso", diz Rebelo.

Deputados governistas
O presidente da Câmara nega ter mantido conversas com integrantes do governo ou lideranças partidárias sobre os processos contra deputados governistas. Dos 13 deputados acusados, seis são do PT. Aldo Rebelo salientou que o assunto diz respeito apenas à Câmara e deve ser discutido e decidido nas instâncias internas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)