Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

28/03/2006 11:53

Aldo defende horário flexível para a Voz do Brasil

Irene Lôbo/ABr

O programa Voz do Brasil está em debate hoje (28) na Câmara dos Deputados. O presidente da Casa, Aldo Rebelo, abriu as discussões há pouco. Para ele, o programa é um serviço de informação relevante para o povo brasileiro, mas deveria ter o horário obrigatório de transmissão flexibilizado.

"O que eu creio é que a Voz do Brasil deve examinar a possibilidade de flexibilização dos seus horários, ou seja, cria-se uma faixa horária dentro da qual o programa deve ser obrigatoriamente exibido. Quem sabe dessa forma também nós terminemos com as desculpas judiciais para a não veiculação do programa", ponderou Rebelo.

No ar desde 1935, a Voz do Brasil é o programa mais antigo do rádio brasileiro e o único de veiculação obrigatória no país. De segunda a sexta, a partir das 19 horas, durante 60 minutos, são transmitidas informações sobres os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

O debate realizado hoje conta com a participação do radialista João Lara de Mesquita, que liderou em 1995 o movimento das rádios contra a transmissão da voz do Brasil.

Também estão presentes a representante da Rádio do Canadá, Ginette Lamarche, a coordenadora da pós-graduação do Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb), Elizabeth Brandão, o jornalista Bernardo Kucinski, e o presidente da Radiobrás, Eugênio Bucci.

De tarde, os responsáveis pela elaboração da Voz do Brasil vão discutir o jornalismo oficial. Parlamentares e associação de emissoras encerram o debate com o painel sobre tradição e modernização, a partir das 15h15.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)