Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

28/03/2008 17:00

Alcides Silva: Língua portuguesa, inculta e bela!

Primeiro de abril
Como lembrado na coluna da semana passada, o equinócio de março (igual duração do dia e da noite, normalmente dia 21), marca o começo da Primavera no Velho Mundo (Outono, nas Américas). Antigamente a primavera (printemps, em francês, spring = nascer, em inglês) era tida como início do ano.
Conta Reinaldo Pimenta, em “A Casa da Mãe Joana 2” (Editora Câmpus, Rio, 2004, p. 184), que o calendário fora mudado pelo imperador Júlio César (Gaius Julius Cesar), no ano 46 a.C., mas que houve muita resistência dos povos de então, principalmente depois do cristianismo, em razão do início do ano começar num mês cujo nome era dedicado a Janus, uma divindade pagã.
Há muitas explicações para o 1º de abril ter se transformado no Dia da Mentira ou Dia dos Bobos. Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França. O Calendário Juliano alterou o início do ano. Até então, o Ano Novo era festejado no dia 25 de março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1º de abril, quando se realiva a troca de presentes do Ano Novo.
Em 1582, o papa Gregório XIII, aconselhado por astrônomos, obteve o acordo dos principais soberanos católicos e, através da bula ‘Inter gravissimas’, de 24 de fevereiro, decretou a reforma do calendário, que passou, em sua homenagem, a chamar-se “gregoriano”, aliás, o mais perfeito e utilizado até hoje.
Em 1584, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX, de França, determinou que o ano novo fosse comemorado no dia 1º de janeiro. O édito não caiu bem e a maior parte da população plebéia resistiu à mudança e continuava seguindo o calendário antigo, pelo qual o ano se iniciaria em 1º de abril. A elite começou a ridicularizar os renitentes, enviando-lhes presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como plaisanteries (= gracejos, mofas).
Em países de língua inglesa o dia da mentira costuma ser conhecido como April Fool's Day, ou “dia dos tolos”; na Itália e na França ele é chamado respectivamente pesce d'aprile e poisson d'avril, o que significa literalmente "peixe de abril".
No Brasil, o 1º de abril começou a ser difundido em Pernambuco, onde circulou "A Mentira", um periódico de vida efêmera, lançado em 1º de abril de 1848, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. "A Mentira" saiu pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.
Maurício Fruet, ex-prefeito de Curitiba e ex-deputado federal, era especialista em passar trotes. Em seu tempo era considerado o parlamentar mais brincalhão, espirituoso e gozador da Câmara dos Deputados. Um exemplo contado pela revista ‘Isto é, São Paulo’, edição de 9 de setembro de 1998, quando da morte do deputado: imitando a voz do governador do Paraná, Fruet ‘convocou’ uma falsa reunião urgente e sigilosa de todo o seu secretariado para o final da noite daquele dia (31 de março). Havia 15 dias que Requião tomara posse. Os secretários, sem entender nada, passaram toda a madrugada no Palácio Iguaçu, aguardando a presença do governador para dita reunião. Na manhã seguinte, dia 1º, o deputado fez chegar a informação de que aquilo era uma troça, um Primeiro de Abril.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)