Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/05/2011 16:48

Alcides Silva: Língua portuguesa, inculta e bela!

Alcides Silva

Mistérios ocultos nas palavras

Desde os tempos mais remotos, o homem sempre teve curiosidade em desvendar as significações primitivas e os mistérios escondidos no interior das palavras. Para tanto fez de tudo ao correr dos séculos: de invenções mirabolantes à analogias superficiais; de combinações arbitrárias à invenção de fórmulas mágicas. Tudo para justificar o pretendido significado de um vocábulo. A capacidade inventiva do ser humano sempre teve as mais amplas veredas no campo da etimologia.
O termo cadáver, por exemplo, andou mundo como se formado pelas iniciais das palavras latinas ‘cara data vermibus’ (“carne dada aos vermes”), quando, na realidade, significava caído, morto, originário que era do verbo latino cado, cadis, cadere = cair, escorregar, cair no combate, desfalecer, perecer.
Na antigüidade, a mesa utilizada para se escrever ou fazer contas era recoberta por um pano grosso de lã, chamado de pano de bura. Bura fora uma cidade grega, da antiga Acaia, destruída por um terremoto 372 a.C. Lá, era originariamente fabricado o tal tecido rústico Na língua francesa esse pano foi denominado de bure e a mesa que ele recobria, de bureau (birô é a pronúncia). Com o tempo, bureau, por derivação metonímica, passou a designar o local onde ficava a mesa forrada, o escritório, o gabinete, a repartição, (aliás, esse é o sentido, na língua portuguesa, da palavra birô). Quem exercia suas atividades atrás daquela mesa era chamado de bureaucrate. Daí, bureaucratie, burocracia, em português. Primitivamente, sistema de direção de uma atividade ou de um governo, a partir de um escritório ou de uma repartição. Depois, teve o conceito de administração da coisa pública por funcionários sujeitos a regulamentos, rotinas e hierarquia. Hoje, é a atividade pública engessada pelo formalismo.
Calma é uma palavra que nasceu na Grécia, de kauma, originariamente, queimadura, calor. Vindo para Roma, no latim cauma significou a parte quente do dia. No mar Mediterrâneo, quando não havia vento, reinava um calor abafado, porém, na superfície as águas eram tranqüilas. Como conta a História, as naus da esquadra de Pedro Álvares Cabral, que se destinavam às Índias, vieram dar às costas do Brasil em razão de uma calmaria, isto é, falta de vento.
A idéia de águas tranqüilas deu à palavra calma o significado de paz, mas o sentido de calor permaneceu na raiz da palavra. O verbo encalmar tem o significado de causar calor, aquecer, esquentar: “O sol do meio-dia encalmava os caminhantes”, exemplifica o Aurélio. Já desencalmar é um verbo que tem o sentido de refrigerar, refrescar.
Canícula, que em português designa um grande calor, em Roma estava ligada à idéia de cão. Canicula era ‘cadelinha’, nome que se dava à estrela Sirius, da constelação do Cão Maior, cuja representação era feita por um desenho na forma de um cão furioso. Como quando essa estrela se apresentava como a de maior brilho no céu coincidia com os grandes calores do verão, a época mais quente do ano, a palavra canícula (cadelinha) passou a representar uma situação de grande calor atmosférico.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)