Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/01/2008 07:30

Alcides Silva: Língua portuguesa, inculta e bela!

Alcides Silva

Mudança de conceito

Se há algo que não suporta é o misoneísmo, isto é, a inalterabilidade de conceito, é a palavra.
Antes, porém, necessito de explicar que misoneísmo, termo não freqüente em nossas leituras, é palavra formada por derivação grega. Seu primeiro elemento é o prefixo mis(o), de misos (= ódio, aversão), seguido do elemento de composição néos (= novo, moderno) e completado pelo sufixo ismós (= peculiaridade, característica). Misoneísmo veio para a língua portuguesa através do francês misonéisme ‘aversão a tudo o que é novo’. Misoneísta é o indivíduo contrário a mudanças, aquele que não admite alteração no estado atual das coisas.
Nem sempre, porém, o prefixo grego miso significa antipatia ou repulsa, como em misantropo (insociável), misogenia (horror ao casamento), misoginia (aversão às mulheres) ou em misologia (desprezo às ciências). Às vezes o prefixo miso nasce de uma outra palavra grega mýsos (= ação ou termo abominável), elemento de composição de termos que têm o sentido de sujeira ou desasseio, como em misofilia (atração pela sujeira) ou misófobia (temor doentio de contaminação).
Mas esse não é o tema de hoje. Existem palavras que mudam de significação ao correr dos tempos, como idiota que na Grécia era o homem de vida privada, que vivia para si, em oposição ao homem público. O elemento de composição idio tinha o sentido de próprio, privativo. Daí idioma, a língua própria de determinado povo, idiolatria, ‘adoração de si mesmo’, idiossincarasia, ‘maneira de reagir, de sentir, de ver, própria de cada pessoa’. Como a pessoa que vive só para si, isolada, é um gênero de vida excêntrico, ao passar para o latim o termo idiota ganhou a conotação pejorativa de pessoa ignorante, estúpida, tola, pateta, imbecil..
A propósito, o vocábulo imbecil tinha na origem o sentido de débil, sem apoio, fraco, sem forças. O termo imbecille é derivado de baculum, cajado (im + bacillu, diminutivo de baculum = sem bastão, isto é, sem sustentação). ‘Imbecillis quasi sine baculo’(‘fraco, como [se estivesse] sem bastão’), poetou Juvenal em uma de suas sátiras. Diferente do tolo, ingênuo, aquele que tem inteligência curta, pusilânime, sentido atual da palavra.
Ingênuo para os romanos era o nascido livre, aquele que tem origem e faz parte de uma gens. Em suma: o filho legítimo. ‘Ingenui sunt qui liberi nati sunt (‘ingênuo são os que nasceram livres’) era o ensinamento do jurisconsulto Gaio em suas ‘Institutas” (G.1,10). Era o nascido de mulher livre no momento do parto e não o bronco, o simplório ou o inocente de agora. A ingenuitas se constituía na mais alta situação social do latini, classe dos romanos possuidora dos mais amplos direitos.
O substantivo latini, porém, teve uma progressão deprimente. Se na Roma antiga latini era o cidadão elegante, bem falante e social, ao mudar de nacionalidade, a consoante d sonora substituiu a surda t e transformou-se em ladino, inicialmente pessoa intelectualmente fina. No Brasil colonial, ladinos eram os escravos que falavam bem a língua portuguesa e se que habituaram aos costumes da terra. De ‘intelectualmente fino’, a palavra passou a designar, no vernáculo de hoje, pessoa finória, sagaz, esperta, astuta, manhosa ou maliciosa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)