Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/01/2009 07:03

Alcides Silva: Língua portuguesa, inculta e bela!

Alcides Silva

O ‘novo’ hífen

A quase unanimidade dos jornais do último domingo, o primeiro deste pré-anunciado 2009 de crises financeiras, noticiou que “um apostador de São João Del Rei, Minas Gerais, acertou sozinho as seis dezenas da Mega Sena 1036 e levou o prêmio de R$ 44.550.370,22”.
Invejo-o na sorte, se bem que não costumo apostar em qualquer jogo de azar. O que me preocupa é que tenho lido com muita constância, a palavra megassena ora escrita separados os dois elementos que a compõem – mega e sena -, ora unidos por hífen. Não está correto.
Desde há muito tempo, em palavras compostas pelos prefixos mega, mini, micro, macro ou maxi jamais se usa hífen: megalegoria, megainsvestidor, megassena, megassismo (terremoto de grande intensidade), minissaia, maxicasaco, microcéfalo (cabeça pequena), maxidesvalorização, microcomputador, microempresa, microprocessador, microssaia, minibiblioteca, minimercado, maxissaia (aquela que chega ao tornozelo), macroeconomia, macrorregião, macrossomia (dimensão exagerada do corpo), microrregião, minissaia, minivestido, minicomício, miniovo, minirreforma, dentre outras.
Parece que as novas regras ortográficas que entraram em vigor nas oito nações da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, na quinta-feira da semana passada, dia 1º, com referência à hifenização, ao invés de simplificar o entendimento, como se esperava, mais o complicaram com as grandes polêmicas que deram causa.
Um exemplo só para ilustrar: uma das anotações diz que já não tem hífem, ‘certos compostos, em relação aos quais se perdeu, em certa medida, a noção de composição’. Como o texto não ofereceu um conceito objetivo de noção de composição, criou-se um generalizado subjetivismo, O adjetivo ‘matogrossense’, por exemplo, perdeu a tal noção? Quando digo essa palavra lembro isoladamente de ‘mato’ e ‘grosso’, ou aglutinadamente de ‘algo originário do Estado de Mato Grosso’? Parece óbvia a segunda opção. É o caso também de ‘santafessulense’.
Pela nova ortografia, já não existe hífen quando o segundo elemento começar com “s” ou “r”. Tais consoantes serão duplicadas: antissemita, megassena, contrarregra, microrregião. Também o perdem palavras cujo prefixo terminar em vogal e o segundo elemento começar com uma vogal diferente: autoescola, aereoespacia, extraescola, agroindústria, hidroelétrica.
O hífen, sinal gráfico representado por um pequeno traço (-), continua sendo usado sem qualquer problema para unir pronomes átonos a verbos: deram-me, amei-a, far-lhe-ei; e para o fim da linha, separar as palavras em duas partes: candida-to, candi-dato, can-didato. O seu emprego é meramente uma convenção; não tem justificativa linguística.
O assunto não se extingue aqui. Há várias ‘regrinhas’ que precisam ser esmiuçadas, mas, para tal, por cautela, aguardaremos a publicação do “Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa”, da Academia Brasileira de Letras, prevista para fevereiro/março deste ano. Que venha, pois, tal calhamaço, o qual deverá, assim o esperamos, trazer a palavra final.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)