Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/02/2013 16:44

Alcides Silva: Língua portuguesa, inculta e bela!

Alcides Silva
Alcides Silva: Língua portuguesa, inculta e bela!

“Favor de graça”


Acabara noite dessas de ouvir o “Jornal da Globo” e antes mesmo de me decidir desligar o aparelho ou buscar outra programação, um enlatado policial reteve minha a atenção. Estórias da ‘eficientíssima’ políicia ianque, que de cara me lascou um diálogo do qual retive a exdrúxula informação de que um policial faria um “favor de graça” a sua colega.
Não me interessei pelo tal “favor” e nem pelo desenrolar da película, mas não pude deixar de ruminar a contextualização do “favor de graça”.


Na mitologia greco-romana, os ventos eram comandados pelos deuses. tanto as brisas leves quanto as piores tempestades. A cada um era atribuído uma direção cardinal. Um vento brando, morno, vindo do poente, na Roma antiga recebeu o nome de Favonius. Como era considerado uma aragem - brisa suave, benéfica e de bons augúrios - logo foi associado às coisas aprazíveis e aos afazeres benígnos.


Favonius foi edil e pretor no Império Romano nos anos 49 a 52 dC., célebre pela sua inflexibilidade, integridade moral e caridade.. Por sua atuação como pretor (magistrado), seu nome foi dado àquela brisa de arage

m benéfica. Daí veio o nosso favonear, sinonimizado pelos verbos proteger, favorecer, patrocinar e propriciar.
Favonear ou favoniar é agir para resguardar ou beneficiar alguém. Mas não é favor, que deriva do latim favere, “ajudar, ser favorável a”. Favor é um obséquio, um serviço gratuito prestado ou recebido.


Quem lê Fernando Pessoa guarda dele estes versos: “Ó mar salgado, quanto do teu sal / São lágrimas de Portugal”.
Quem já ouviu os bons sambas brasileiros de antanho, tem na memória a frase melódica “Onde o céu azul é mais azul...”. de Braguinha, Alberto Ribeiro e Alcir Pires Vermelho.


O leitor já deve ter visto expressões como estas: “feitos por suas próprias mãos” – “a mim me parece” - “vi com meus próprios olhos”, dentre outras.


Nesses exemplos, palavras diferentes enunciam a mesma idéia. A isso se chama de redundância.


É comum escutarmos frases como faça você mesmo a sua escolha opcional – o assunto foi tratado com detalhes minuciosos venha compartilhar conosco etc. A ‘escolha’ é sempre uma ‘opção’; ‘detalhes’ são as ‘minúcias’ de determinada coisa; compartilhar’ é fazer parte de uma partilha, de uma divisão.


O uso de palavras diferentes para expressar uma mesma idéia, isto é, a redundância, pode ser uma figura de sintaxe ou um vício de linguagem.


Quando trouxer energia, realce ou vigor ao pensamento é um pleonasmo, figura de sintaxe; se for mera insistência no mesmo conceito, como “favor de graça” é uma prolixidade, é uma tautologia, um condenável vício de linguagem.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)