Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/11/2004 14:03

Aids já está em 71 municípios de MS

Karine Cortez

Apenas sete dos 78 municípios de Mato Grosso do Sul não têm casos de Aids registrados pela Secretaria Estadual de Saúde. Segundo a infectologista e coordenadora-adjunta do programa DST/Aids desenvolvido pelo Estado, Gisele Brandão de Freitas, os índices demonstram maior interiorização da doença, além da equiparação na incidência da Aids em homens e mulheres. Desde 1984 (quando ocorreu o primeiro registro da doença no Estado) até outubro de 2004, foram computados 2.991 casos de Aids, totalizando, no mesmo período, 1.792 em Campo Grande. Na Capital, 68 novos casos foram registrados este ano.

Dourados foi o município responsável pelo maior número de casos acumulados desde 1984 até este ano, sendo 203, em seguida Três Lagoas, com 177, e Corumbá, com 165 ocorrências. Já as regiões que não têm notificações são: Alcinópolis, Antônio João, Corguinho, Douradina, Japorã, Rochedo e Santa Rita do Rio Pardo, o que não significa que estas regiões não tenham portadores do vírus HIV, ou seja, que ainda não desenvolveram a doença.

Ainda conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde, o maior número de pessoas infectadas pelo vírus está na faixa etária dos 20 anos aos 34 anos, sendo responsáveis por 1592 casos registrados na última década. Em segundo lugar estão aquelas com idade entre 35 e 49 anos, que respondem por 999 casos notificados.

Gisele ressaltou que, até ontem, haviam sido notificados 27 novos casos de Aids nos homens, contra 20 infecções em mulheres, o que justifica a equiparação no número de contaminações. “Vinte anos atrás, a Aids era restrita a determinados segmentos, como homossexuais e usuários de drogas. Hoje, a doença se alastrou e qualquer pessoa corre o risco de ser infectada pelo vírus. Claro que umas mais do que as outras”, salientou.

Em apenas 20 anos, pelo menos 1.452 pessoas morreram no Estado vítimas da Aids. Deste montante, as crianças foram responsáveis por 42 mortes no mesmo período. No entanto, até outubro deste ano, 37 óbitos de pessoas adultas foram registrados e apenas uma criança morreu.


Correio do Estado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)