Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

07/01/2012 05:42

Agricultura da Região Sul tem perda de R$ 2,8 bilhões com a seca

Agência Brasil

Brasília - A Região Sul soma perda de R$ 2,797 bilhões com a seca que afetam a 860 mil pessoas. O número de vítimas no Rio Grande do Sul é 388.040, em Santa Catarina são 396.128 vítimas e no Paraná 76.696. De acordo com a Defesa Civil, no Rio Grande do Sul há 71 municípios em estado de emergência, 56 em Santa Catarina e nove no Paraná.

Segundo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), a produção de soja terá a maior perda no Rio Grande do Sul, que tem 25% da produção danificada. No Paraná, que é o segundo maior produtor de soja do país, a diminuição da colheita será de 10% em relação a safra de 2011. O Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral) estima que 1 milhão de toneladas de milho não serão colhidas. A produção terá um recuo de 14% em relação ao ano passado.

Em Santa Catarina, o secretário adjunto da Agricultura, Airton Spies, disse à Agência Brasil as perdas no campo chegam a R$ 400 milhões. Spies disse ainda que em Santa Catarina as culturas mais afetadas pela seca são o milho, cuja quebra varia de 30% a 50%, o leite com perda de 30%, o tabaco com 25% e a soja com 10%.

Autoridades catarinenses visitaram hoje as regiões mais afetadas. O governo estadual anunciou a liberação de R$ 1,2 milhão que será destinado ao transporte de água, compra de máquinas para silagem, alimentação do gado e perfuração de poços artesianos. Pelo último balanço, 1.140 agricultores solicitaram o auxílio do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro).

A Defesa Civil de cada estado, as secretarias de Agricultura e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento orientam os produtores rurais em relação ao combate à seca, aos programas do governo e a prazos e documentos para obtenção de auxílio. Os técnicos informaram que será analisada também a possibilidade de renegociação de dívidas e aumento do limite de endividamento dos agricultores.

A assessoria da Proagro acrescentou que o fornecimento de recursos públicos destinados aos produtores rurais nos estados, que sofrem com a estiagem, só serão definidos após a entrega do levantamento dos prejuízos. Especialistas estimam que a estiagem se estenda até o mês de maio.


Edição: Rivadavia Severo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)