Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/11/2004 13:25

Agricultura aprova aumento de isenção de imóvel rural

Agência Câmara

O Projeto de Lei 3338/04, do deputado Benedito de Lira (PP-AL), que aumenta o limite de isenção para a identificação dos imóveis rurais para registro, foi aprovado, no último dia 17, pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural.
A lei vigente já garante a isenção de custos para a identificação dos imóveis cuja área não exceda quatro unidades de módulos-fiscais. O texto de Lira amplia a isenção para imóveis com até 20 módulos-fiscais. No entanto, a Comissão aprovou uma alteração sugerida pelo deputado João Grandão (PT-MS), e acatada pelo relator da proposta, deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP), reduzindo essa ampliação para imóveis com até 15 módulos-fiscais.

Deficiências
Benedito de Lira argumenta que, diante das dificuldades financeiras dos proprietários rurais, o novo limite de isenção tornará a lei factível, "principalmente pelo alto custo dos serviços de identificação da propriedade, pelo abusivo preço dos equipamentos de georeferenciamento e pela deficiência da infra-estrutura geodésica homologada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em diversas regiões", afirma o autor da proposta.
Essa deficiência foi confirmada por uma audiência pública realizada pela Comissão no ano passado. Esse debate, informa o relator, "traçou uma verdadeira radiografia do novo projeto de Cadastro Nacional de Propriedades Rurais e concluiu pela dificuldade da implementação dos prazos e procedimentos para a conclusão do novo cadastro. Principalmente porque dos 850 milhões de hectares que compõem o território brasileiro, não há informações sobre cerca de 200 milhões no Sistema Nacional de Cadastro dos Imóveis Rurais".

Renda no campo
Benedito Lira ressalta ainda que a renda no campo tem-se reduzido drasticamente. "Em 11,6% dos mais de sete milhões de domicílios rurais no Brasil não existe renda", garante. "Além disso, 81% de toda a população rural tem renda de, no máximo, dois salários mínimos (R$ 520), o que torna impraticável a despesa com georeferenciamento em suas propriedades", complementa.

Tramitação
Agora, a proposta será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em seguida, por tramitar em caráter conclusivo, o texto poderá ser encaminhado ao Senado Federal.



Reportagem - Natalia Doederlein
Edição - Regina Céli Assumpção

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)