Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/08/2010 09:43

Agora é FGV: OAB/MS cancela contrato com a Cespe/UnB

Campo Grande News/ Jorge Almoas

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) decidiu rescindir o contrato com a Cespe/UnB (Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília), que atualmente é responsável pela elaboração e aplicação das provas do Exame da Ordem. A decisão foi tomada após casos de anulação de questões e fraude nas provas do começo de 2010.

Em nota oficial, a seccional da OAB em Mato Grosso do Sul reproduz decisão do órgão nacional, que aprovou que a FGV (Fundação Getúlio Vargas) fique responsável pela elaboração das questões e aplicação das provas.

Diversas reclamações nas seccionais de todo o Brasil forçaram a decisão da OAB nacional. Na primeira fase do Exame da Ordem, apenas 7% dos candidatos em Mato Grosso do Sul foram aprovados. Com a anulação de 5 questões, o indíce subiu para 17%.

Por conta de fraude na prova da OAB no começo deste ano, 30 pessoas foram indiciadas pela Polícia Federal. A prova aplicada em fevereiro precisou ser anulada, forçando 16 mil candidatos a refazerem o exame.

Em 2007, outro caso de fraude dificultou a aprovação dos bacharéis em Direito que necessitam da aprovação no exame da ordem para exercer legalmente a profissão.

A quadrilha agia em conjunto com pessoas que tinham acesso ao caderno de questões. As respostas eram repassadas por ponto eletrônico durante as provas. Pelas respostas, os candidatos chegavam a pagar R$ 50 mil.

Segundo a assessoria de imprensa da OAB/MS, mais dois exames da ordem devem ser realizados ainda este ano. As inscrições estão previstas para serem abertas ainda no mês de agosto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)