Cassilândia, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

Últimas Notícias

12/03/2018 16:00

Agepen contesta relatório federal que aponta tortura em presídio feminino

Midiamax

A assessoria de imprensa da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) contestou, na tarde desta segunda-feira (12), relatório federal produzido pelo Conselho Nacional dos Direitos Humanos que norteou pedido de ações para dar fim a casos de tortura contra presas gestantes ou lactantes em Campo Grande e no Distrito Federal.

A reportagem publicada na manhã de hoje pelo Jornal Midiamax teve como base publicação do conselho no DOU (Diário Oficial da União) desta segunda. Na resolução número 9, na página 74 da publicação, o conselho pede que o Estabelecimento Penal Feminino Irmã Irma Zorzi, de Campo Grande, e a Penitenciária Feminina do Distrito Federal realizem medidas alternativas para dar fim a casos de tortura.

“Considerando os relatórios do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, que se referem ao Estabelecimento Penal Feminino Irmã Irma Zorzi (EPFIIZ), no Mato Grosso do Sul, e Penitenciária Feminina do Distrito Federal (PFDF), em que foram relatadas ocorrências de tratamentos ou penas cruéis, desumanas ou degradantes e tortura contra mulheres gestantes, lactantes e com filhos e filhas”, o texto na íntegra pode ser conferido ao lado.
Em nota encaminhada ao jornal nesta tarde, a assessoria de imprensa da Agepen afirmou contestar a reportagem, que foi produzida com base nas informações do Conselho Nacional dos Direitos Humanos.

“No qual (sic) houve uma interpretação equivocada dos termos publicados e que em nenhum momento especifica como sendo no Estabelecimento Penal Feminino ‘Irmã Irma Zorzi’ que esteja ocorrendo tais irregularidades, mas sim que foi uma das unidades visitadas”, diz a Agepen.

Diferente do que afirma a agência, a resolução do conselho é clara ao detalhar 16 pontos constatados em relatório que norteou o pedido de medidas. Entre eles estão falta de fornecimento de frutas, legumes e verduras para as presas e ruptura do vínculo entre mãe e bebê aos 6 meses de vida “sem nenhum tipo de preparação”, informa o conselho.

Em resposta às constatações do conselho, a Agepen informou que “não existe nenhum relato de tortura nem mesmo há superlotação entre as internas gestantes e lactantes. No momento, há três internas gestantes e uma lactante com bebê em uma cela separada e específica que tem capacidade para 12 pessoas”.

Sobre a alimentação das lactantes, a agência penitenciária afirma que além das três refeições diárias, as mulheres recebem lanche da manhã e da tarde no berçário do presídio.

Mesmo contestando o relatório, em relação ao vínculo mãe e filho, a Agepen diz que houve mudança na rotina para que a orientação do conselho fosse cumprida.

O Jornal Midiamax reforça que entrou em contato com a assessoria de imprensa da Agepen antes da publicação da matéria, mas o posicionamento só chegou ao jornal às 14 horas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 18 de Setembro de 2018
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Segunda, 17 de Setembro de 2018
14:59
Cassilândia
10:00
Receita do dia
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)