Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/07/2006 20:47

Agentes pedem criação de polícia penitenciária

Juliana Andrade/ABr

A aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) número 308 de 2004, que cria a polícia penitenciária nos estados, é fundamental para diminuir a crise no sistema prisional de São Paulo. A opinião é do presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciários do Estado de São Paulo (Sindasp), Cícero Sarney dos Santos, que defende a tramitação rápida da proposta pelo Congresso Nacional.

A PEC já foi aprovada na Comissão de Cidadania da Câmara dos Deputados. O próximo passo, segundo Santos, é ser examinada por uma comissão especial formada por deputados. Em entrevista à Agência Brasil, ele explicou que, com a aprovação da PEC, os agentes seriam transformados em policiais penitenciários. “Os profissionais da nossa área desempenham um papel literalmente policial, então precisamos ter esse reconhecimento pela Constituição Federal, da mesma forma que têm as polícias militar, civil, bombeiros, defesa civil”.

Segundo ele, de um total de 144 unidades prisionais de São Paulo, em pelo menos seis, policiais militares desempenham atribuições que deveriam ser de agentes penitenciários. “A idéia é tirar a Polícia Militar dos presídios e colocar nas ruas e criar a polícia penitenciária. Isso obrigaria o governo a investir na estrutura penitenciária, que é uma questão de segurança pública”, opinou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)