Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

22/07/2013 16:31

Agentes ameaçam protestar e não receber presos de delegacias

Bruno Chaves e Nadyenka Castro, Campo Grande News

Nos dias 1º e 10 de agosto. A medida é um protesto dos servidores, que querem chamar a atenção do Governo do Estado para o déficit de 1,2 mil vagas no setor. Atualmente, 1,3 mil agentes cuidam 11 mil detentos em MS.

Segundo o presidente do Sinsap/MS (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária), Francisco Sanábria, a decisão da paralisação parcial das atividades foi tomada no dia 18. “Não vamos parar totalmente o serviço. Só não vamos receber novos presos de delegacias. Essa decisão é para recebermos do governo uma resposta”, conta.

Com a medida, só em Campo Grande, por exemplo, cerca de 70 detentos deixarão de ser recolhidos às cadeias públicas, conforme informação o diretor de operações da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), Pedro Carrilho.

Na semana passada, o Governo do Estado anunciou a abertura de concurso público para preenchimento de 230 novas vagas de agentes penitenciários. No entanto, para Sanábria, esse efetivo não resolveria o problema de segurança e do excesso de trabalho nos presídios.

“Temos que ter, no mínimo, 600 novos agentes. Precisamos, hoje, de 1.200 servidores, que é o nosso déficit, mas como sabemos que é praticamente impossível a contratação dessas pessoas, pedimos o preenchimento da metade de nossas necessidades”, afirma.

Estudo do MPE/MS (Ministério Público Estadual), realizado em fevereiro deste ano, aponta que Mato Grosso do Sul conta com uma população carcerária formada por 11.232 detentos. Desses, 10.095 são do sexo masculino e outras 1.137 do sexo feminino.

Os detentos estão distribuídos em 67 locais de custódia no Estado, sendo que a capacidade de vagas é de 5.755 para homens e 847 para mulheres. Ou seja, 4.630 detentos convivem em superlotação nas cadeias públicas de Mato Grosso do Sul.

“Uma das situações mais críticas do Estado é no Presídio de Segurança Máxima, em Campo Grande. Lá existem cerca de 2 mil detentos e tem de nove a 10 agentes, por plantão, para garantir a segurança. É um número muito baixo”, afirma.

Para Sanábria, por causa do número “baixíssimo” de servidores, os agentes não conseguem desenvolver seus trabalhos nas penitenciárias. “Você não deixa fazer o trabalho direito. Na Máxima, por exemplo, são cinco pavilhões e não tem nem três agentes por pavilhão. Hoje nosso trabalho não é feito como deveria ser”, avalia.

“Por causa de problemas assim, a gente vê acontecer casos de detentos que comandam o crime de dentro da cadeia e casos de celulares e drogas entrando. Isso é uma realidade porque não conseguimos fazer nosso trabalho”, comenta.

Greve – Na próxima quinta-feira (25), os agentes penitenciários participarão de uma assembleia extraordinária do sindicato para deliberarem novas decisões que afetarão a categoria. Segundo Sanábria, existe a possibilidade real de greve do setor

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)