Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/07/2014 11:06

Agências de MS foram vítimas de fraude na venda de ingressos da Copa

Campo Grande News

Para a Polícia, as três agências de Mato Grosso do Sul que comercializaram ingressos da Copa do Mundo, assim como seus clientes, também foram vítimas do golpe aplicado pela empresa carioca DMX Tours.

A delegada Fernanda Félix Mendes, titular da Dedfaz (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Defraudações, Falsificações), responsável pela investigação, informou que o inquérito ainda não foi concluído, mas ficou constatado que as agências Ares Viagens e Turismo, Coelho & Neto e Mundo Afora não tiveram responsabilidade no ocorrido.

A delegada solicitou ampliação do prazo para o término do inquérito em mais 30 dias, pois informou que precisa colher mais depoimentos.

Conforme Félix, o dono da DMX, Fábio Esperança Lemos Cajuhy, se apresentou na Delegacia do Consumidor, do Rio de Janeiro, mas responde o inquérito em liberdade.

Em Mato Grosso do Sul, o valor da fraude chegou a R$ 1,4 milhão. Mais de 400 torcedores compraram ingressos para assistirem jogos do mundial, mas não receberam as entradas.

Diante do prejuízo, as agências entraram em acordo com boa parte dos cliente lesados pela empresa carioca. No Paraná, torcedores e empresas também foram vítimas do golpe.

Para tentar reaver o dinheiro, a agência Coelho & Neto ingressou com um processo na justiça pedindo o reembolso de mais de R$ 400 mil reais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)