Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/12/2010 11:10

Agência de Metrologia orienta consumidores sobre brinquedos e pisca-pisca

Brasiluza Neves , noticiasms

Campo Grande (MS) - Com a proximidade do Natal a comercialização de brinquedos e luminárias natalinas (popularmente conhecidas como “pisca-pisca”) aumenta. É nesse período que a Agência Estadual de Metrologia de Mato Grosso do Sul (AEM/MS), órgão delegado do Inmetro, intensifica a fiscalização e orienta os consumidores para ficarem atentos na hora da compra.



A AEM/MS atua para garantir que esses produtos comercializados nas festas natalinas estejam de acordo com os padrões exigidos pelo Inmetro, fiscalizando o comércio local evitando assim a comercialização de artigos irregulares possam colocar em risco a segurança dos consumidores.



Brinquedo



Todo brinquedo deve obrigatoriamente apresentar em sua embalagem o selo de identificação de conformidade, que propicia um grau de confiança que o produto atende aos requisitos mínimos de segurança estabelecidos em normas e regulamentos técnicos. O brinquedo também deve indicar a faixa etária para utilização do mesmo, dados do fabricante e advertências sobre eventuais riscos à segurança da criança. “É preciso estar atento e não adquirir brinquedos não certificados, pois podem ter sido fabricados com tintas e materiais tóxicos que podem colocar em risco a saúde das crianças”, lembra Sérgio Maia.



“Pisca-pisca”



Quanto às luminárias natalinas, trata-se de um produto regulamentado pela Portaria Inmetro 27/00. Não há necessidade da marca do Inmetro no produto, mas deverá atender aos requisitos obrigatórios, como Tensão em Volts e corrente em Ampères; nome, marca ou logomarca do fabricante ou importador e não poderá apresentar material ferroso no condutor.



As informações obrigatórias na embalagem são além da tensão e marca ou logomarca do fabricante ou importador, ainda a potência máxima do conjunto. As informações devem estar em português.



O consumidor também pode fazer o teste no pisca-pisca. Basta passar um ímã sobre o produto e se ele fixar na peça é sinal de que há material ferroso, o que é proibido, porque pode causar curto-circuito. Além disso, é importante adquirir produtos sempre em locais formalmente estabelecidos e exigir a Nota Fiscal.



Ouvidoria



Os consumidores que reconhecerem produtos irregulares podem denunciar pelo telefone 0800 675220.



Fonte: AEM/MS



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)