Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/10/2005 09:31

Aftosa: Valor do boi gordo na bolsa caiu 13%

Fernanda Mathias/Campo Grande News

O valor do boi gordo da BM&F (Bolsa Brasileira de Mercadorias e Futuros) já caiu 13% em quatro dias, com a confirmação do foco de febre aftosa no município de Eldorado, a 435 quilômetros de Campo Grande. Em função das quedas consecutivas a bolsa aumentou o limite de baixo de 3% a 3,5%, depois a 4% e nesta sexta-feira passou a 5,25%.
Enquanto no dia 6 de outubro as negociações estavam no patamar de R$ 61,60 a arroba do boi gordo para 31 de outubro, com viés de alta, a confirmação do foco de febre aftosa, ocorrida no sábado, provocou quedas sucessivas e nesta sexta-feira já está a R$ 53,60.
O embargo de mais de 30 Países à carne brasileira é um dos fatores responsáveis pela desvalorização do boi.
Vários Estados já fecharam as divisas com Mato Grosso do Sul, o que motivou o governador, Zeca do PT, ir à Brasília (DF) na quinta-feira última para pedir o fim do embargo interno. Ele defende que somente a zona tampão, num raio de 25 quilômetros do foco, área que está interditada, sofra as restrições.
A Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) investiga suspeita de outros dois focos, um deles em Japorã, onde há um rebanho de 4 mil animais, e outro também em Eldorado, próximo à fazenda infectada, a Vezozzo, e onde o rebanho é de 6 mil animais.
Hoje Mato Grosso do Sul manda para outros estados cerca de 90% dos animais em pé e da carne produzida. Isso porque tem um rebanho bovino próximo de 25 milhões de cabeças e população de somente 2 milhões de habitantes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)