Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/02/2006 09:10

Aftosa: União vê como "satisfatória" visita de europeus

Humberto Marques / Campo Grande News

Para o governo brasileiro, a missão européia que veio ao País avaliar as condições sanitárias e as ações de controle a febre aftosa considerou “satisfatória” as medidas adotadas nos locais onde foram identificados os focos. A informação foi repassada pelo coordenador-geral de Combate às Doenças do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Jamil Gomes de Souza, ao comentar a visita dos europeus. Segundo a assessoria do ministério, a missão verificou in loco as informações prestadas pela missão brasileira que foi à Bruxelas (Bélgica) apresentar o relatório sobre as ações de controle sanitário. Não foram discutidos temas como suspensão do embargo imposto às carnes brasileiras.

Os europeus se dividiram em dois grupos: um deles avaliou o processo de certificação, e o outro a área de saúde animal na região dos focos – que também visitou as instalações do Laboratório Nacional Agropecuário de Porto Alegre/RS, para verificar procedimentos em relação aos diagnósticos da febre aftosa. Também foram visitados seis frigoríficos, em São Paulo, Paraná e no Rio Grande do Sul.

A União Européia corresponde a 37% do mercado brasileiro de carne no exterior, e, desde o surgimento dos focos de aftosa em Mato Grosso do Sul, foram suspensas as importações de carne bovina do Estado, Paraná e São Paulo. Agora, o governo brasileiro aguardará o envio do relatório final da União Européia, que deve ser encaminhado em um mês.

Apesar do otimismo das autoridades federais, a missão européia deixou Mato Grosso do Sul e o Paraná salientando dois pontos: a demora nos sacrifícios sanitários no foco paranaense e a falta de pesquisa da atividade viral em território sul-mato-grossense. A SFA/MS (Superintendência Federal de Agricultura em Mato Grosso do Sul) informou que a medida não foi tomada pela necessidade em se terminar os abates.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)