Cassilândia, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

18/10/2005 09:55

Aftosa: secretário diz que não houve variação de vírus

Keite Camacho/Campo Grande News

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Gabriel Alves Maciel, descartou que os focos de aftosa detectados no estado do Mato Grosso do Sul tenham sido causados por uma variação do vírus. De acordo com ele, trata-se de um vírus comum nos países do Sul. A outra hipótese, de que a vacina utilizada no Brasil não seria eficaz, foi descartada após análise em que se verificou que a imunização é de 99%.

Em entrevista à Rádio Nacional AM (Brasília), Maciel disse que três outras causas podem ser levantadas: a vacina não teria sido bem manipulada na propriedade de Eldorado, no Mato Grosso do Sul; a vacinação teria sido seletiva, deixando os animais mais jovens (os mais atingidos) de fora; e, por último, teria havido a migração de animais de uma área não vacinada para dentro da área hoje isolada.

O secretário afirmou, no entanto, que não há riscos de que os animais contaminados deixem a área protegida. "Esta área está completamente isolada. Temos mais de 20 equipes na região e, em cada fronteira de município, só entra e sai veículo ou pessoas desinfectadas. Além disso, não há nenhum tipo de movimentação de animais", afirmou.

Três novos focos da doença, localizados dentro da área protegida, foram confirmados nesta segunda-feira (17). O secretário não descartou o surgimento de outros focos nessa mesma região isolada.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Agosto de 2017
06:11
Inocência, Alcinópolis, Figueirão e Paraiso das Àguas
Segunda, 21 de Agosto de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)