Cassilândia, Terça-feira, 24 de Abril de 2018

Últimas Notícias

20/07/2007 10:16

Aftosa: resultado que pode encerrar agonia sai em agosto

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Sai na segunda quinzena de agosto o resultado do exame sorológico feito em 36 mil bovinos de cinco áreas de Mato Grosso do Sul e a expectativa é que possa fundamentar a defesa do Estado na reunião da OIE (Organização Mundial de Saúde Animal) prevista para setembro. O superintendente federal de Agricultura, Orlando Baez, diz que a perspectiva é que em outubro Mato Grosso do Sul já volte a ser considerado área livre de febre aftosa com vacinação e com isso recupere o mercado europeu. Os exames serão feitos no Lanagro de Pernambuco.

A coleta de amostras foi dividida em quatro blocos: no Planalto de Mato Grosso do Sul, região do Pantanal, fronteira com o Paraguai e nos municípios interditados (Eldorado, Mundo Novo e Japorã). Nestas três cidades foram constatados focos da doença em outubro de 2005. Então 34 mil animais foram sacrificados. Uma nova sorologia indicou no começo deste ano que o vírus continuava circulando na região. Por isso, mais 50 mil animais foram submetidos ao abate sanitário, procedimento diferente porque permite o aproveitamento da carne. Com estes abates, foram dizimados cerca de 50% do rebanho dos três municípios, que antes dos focos era de 155 mil animais.

Ações – Baez acredita que o mercado internacional esteja acompanhando com bons olhos as ações sanitárias desenvolvidas em Mato Grosso do Sul. “O mercado internacional acompanha dia-a-dia o que ocorre no Brasil e principalmente em Mato Grosso do Sul. Eles estão entendendo que o trabalho está sendo concluído a rigor, com planejamento, coleta de amostras e vacinação”, diz.

Antes da ocorrência dos focos de febre aftosa o Mato Grosso do Sul estava liderando as exportações mundiais de carne bovina. O Estado é apontado como o maior produtor de carne, devido à combinação do número de animais no rebanho e seu parque industrial. Após a ocorrência da doença, as exportações caíram em quase 90%. Na sexta-feira dois Países retiraram os embargos à carne in natura do Estado: o Irã e o Egito. O Ministério da Agricultura viu isso como um bom sinal e está otimista quanto à reunião prevista para setembro, em Paris. Baez deverá participar da reunião.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 24 de Abril de 2018
Segunda, 23 de Abril de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)