Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/07/2007 10:16

Aftosa: resultado que pode encerrar agonia sai em agosto

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Sai na segunda quinzena de agosto o resultado do exame sorológico feito em 36 mil bovinos de cinco áreas de Mato Grosso do Sul e a expectativa é que possa fundamentar a defesa do Estado na reunião da OIE (Organização Mundial de Saúde Animal) prevista para setembro. O superintendente federal de Agricultura, Orlando Baez, diz que a perspectiva é que em outubro Mato Grosso do Sul já volte a ser considerado área livre de febre aftosa com vacinação e com isso recupere o mercado europeu. Os exames serão feitos no Lanagro de Pernambuco.

A coleta de amostras foi dividida em quatro blocos: no Planalto de Mato Grosso do Sul, região do Pantanal, fronteira com o Paraguai e nos municípios interditados (Eldorado, Mundo Novo e Japorã). Nestas três cidades foram constatados focos da doença em outubro de 2005. Então 34 mil animais foram sacrificados. Uma nova sorologia indicou no começo deste ano que o vírus continuava circulando na região. Por isso, mais 50 mil animais foram submetidos ao abate sanitário, procedimento diferente porque permite o aproveitamento da carne. Com estes abates, foram dizimados cerca de 50% do rebanho dos três municípios, que antes dos focos era de 155 mil animais.

Ações – Baez acredita que o mercado internacional esteja acompanhando com bons olhos as ações sanitárias desenvolvidas em Mato Grosso do Sul. “O mercado internacional acompanha dia-a-dia o que ocorre no Brasil e principalmente em Mato Grosso do Sul. Eles estão entendendo que o trabalho está sendo concluído a rigor, com planejamento, coleta de amostras e vacinação”, diz.

Antes da ocorrência dos focos de febre aftosa o Mato Grosso do Sul estava liderando as exportações mundiais de carne bovina. O Estado é apontado como o maior produtor de carne, devido à combinação do número de animais no rebanho e seu parque industrial. Após a ocorrência da doença, as exportações caíram em quase 90%. Na sexta-feira dois Países retiraram os embargos à carne in natura do Estado: o Irã e o Egito. O Ministério da Agricultura viu isso como um bom sinal e está otimista quanto à reunião prevista para setembro, em Paris. Baez deverá participar da reunião.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)