Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/09/2006 14:07

Aftosa: MS não deve ter status de área livre este ano

Marina Miranda / Campo Grande News

A discussão sobre a recuperação do status de área livre de aftosa para Mato Grosso do Sul vai ser adiada para 2007. Conforme Jamil Gomes Souza, diretor de saúde animal do Mapa (Ministério da Agricultura, Abastecimento e Pecuária), não há tempo hábil para concluir os trabalhos na região de foco a tempo de participar do encontro da OIE (Organização Internacional Epizootias), em outubro. A última coleta feita na região não foi conclusiva, o que obrigou a realização de nova bateria de exames.

“Ainda não terminamos, não fechamos os trabalhos. A OIE faz reunião em outubro e nesse período não será possível apresentar trabalho, poderemos pedir uma extraordinária em janeiro ou fevereiro”, disse, após reunião com técnicos da Missão Norte-Americana na SFA (Superintendência Federal de Agricultura), em Campo Grande.

Segundo o diretor, o Mapa tem trabalhado para a redução do embargo comercial existente – não só com a Europa. “Esse mercado vem sendo recuperado de forma gradativa, mas a recuperação de contratos, isso foge a nossa competência”, avaliou, sem opinar em quanto tempo o mercado perdido com o foco deve ser reabilitado.
Para Jamil, a volta desse comércio depende de relação bilateral. “Vai depender do resultado de julho do trabalho feito pela Missão Européia do Estado”.
O grupo entregaria o relatório parcial da visita ao Estado em 25 dias úteis, contudo, até o momento o ministério não foi acionado. “Se tem motivo para o atraso não fomos comunicados”, afirma Jamil. Ele supõe que o período de férias da Europa – agosto – tenha atrasado o trabalho.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)