Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/12/2005 20:53

Aftosa: mais de 20 mil animais já foram abatidos em MS

Humberto Marques/Campo Grande News

Já passa de 20 mil o total de animais sacrificados nos trabalhos de abate sanitário nas cidades de Eldorado, Japorã e Mundo Novo – onde foram identificados casos de febre aftosa. Ao todo, os serviços coordenados pela DFA/MS (Delegacia Federal da Agricultura de Mato Grosso do Sul) e Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de Mato Grosso do Sul) resultaram no sacrifício de 20.068 animais (19.269 bovinos, 313 ovinos e caprinos e 243 suínos), segundo dados da nota técnica 43, divulgada na manhã de hoje.

Além dos trabalhos comuns de desinfecção, limpeza e abate, foram realizadas ações de Educação Sanitária no Assentamento Floresta Branca, envolvendo 30 alunos. Sete estudantes foram premiados pelos trabalhos apresentados sobre a febre aftosa, além de oferecidas informações acerca da doença.

Dinheiro – Outros 12 pecuaristas de Japorã e Mundo Novo foram indenizados pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e por meio do Fesa/MS (Fundo Emergencial para a Defesa da Saúde Animal de Mato Grosso do Sul). Com isso, já são 37 produtores rurais indenizados pelas perdas com a doença, totalizando mais de R$ 5,6 milhões em pagamentos, dos quais R$ 3 milhões couberam à União, e o restante ao fundo administrado pela Funar (Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)