Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/10/2006 14:27

Aftosa já custou R$ 29 milhões aos cofres públicos

Aline dos Santos, da Redação, e Fernanda Mathias, de Eldorado


Entre outubro do ano passado – data da descoberta do foco de febre aftosa em Mato Grosso do Sul – e setembro deste ano, o governo já gastou R$ 28,9 milhões. Os municípios atingidos foram Eldorado, Japorã e Mundo Novo.

O valor inclui coletas de amostras, exames sorológicos, 1,6 mil visitas em propriedades e as indenizações por 34 mil animais sacrificados - entre os que apresentaram a doença, os que tiveram contato com os animais doentes e os que foram mortos por prevenção.

Além dos custos, Mato Grosso do Sul, um ano depois, convive com as restrições do mercado. O Estado que teve queda de 90% nas exportações e não vende para grandes consumidores, como São Paulo.

O objetivo agora é recuperar o status de área livre de febre aftosa com vacinação; no mercado interno, a expectativa é que a retomada aconteça ainda em 2006. A liberação depende do resultado de exames sorológicos, que vão identificar se o vírus continua circulando na região.

Nesta terça terminou a coleta de mais de 10 mil amostras de sangue. Os últimos exames não foram conclusivos, porque muitos animais tinham sido vacinados, o que interferiu nos resultados. Conforme o secretário de Produção e diretor da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), João Cavalléro, desta vez a escolha das propriedades foi mais cautelosa.

A sorologia de bovinos para a febre aftosa foi feita em 71 municípios. A previsão é que o resultado seja divulgado em 20 dias. Em Eldorado, o abate está permitido há 40 dias. Os outros dois municípios dependiam da adptação de câmara fria no frigorífico e retomaram abates hoje

Hoje, no Sindicato Rural de Eldorado, foi lançada a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. Na ocasião, os envolvidos no combate à doença receberam homenagem. A previsão é que 12 milhões de animais sejam vacinados. No Planalto, a campanha vai até o dia 30 de novembro e envolve animais de 0 a 24 meses. No Pantanal,o prazo se estende até 15 de dezembro e engloba animais de “mamando a caducando”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)