Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/11/2005 13:31

Aftosa: inadimplência pode comprometer combate à doença

Humberto Marques / Campo Grande News

O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) pode deixar de repassar R$ 30 milhões destinados ao combate à febre aftosa em todo o País. O motivo, segundo reportagem da Agência Brasil, é a inadimplência dos Estados no recolhimento de tributos e encargos fiscais federais, o que foi constatado por técnicos da pasta durante consulta ao Cauc (Cadastro Único de Exigências para Transferências Voluntárias), da União. A análise comprovou que todos os Estados possuem algum tipo de pendência tributária – o que impede a transferência voluntária de recursos por convênios.

O Cauc é utilizado para acompanhar as transferências, obedecendo as determinações da Lei de Responsabilidade Fiscal, sendo obrigatória a consulta ao cadastro antes de ser efetuado algum convênio ou liberados recursos. Dentre as pendências, estão faltas no recolhimento de contribuições ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), além da falta de prestação de contas de convênios anteriores.

Propostas de convênios podem ser concretizadas. No entanto, a inadimplência bloqueia a transferência dos valores. Dentre os acordos celebrados junto ao Mapa e os Estados, foram acertados repasses a Mato Grosso do Sul (R$ 3,5 milhões), Pará, (R$ 6,4 milhões), Bahia (R$ 1,5 milhões) e Minas Gerais (R$ 1,9 milhões). Apenas o governo baiano recebeu parte dos recursos, que foram encaminhados antes da instrução normativa que instituiu o Cauc entrar em vigor (em 17 de outubro deste ano).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)