Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/12/2005 12:57

Aftosa: embargo russo deve durar um ano para MS e PR

Aline dos Santos / Campo Grande News

As autoridades veterinárias da Rússia informaram que irão manter o embargo comercial sobre a carne bovina brasileira produzida no Mato Grosso do Sul e do Paraná por pelo menos um ano. O serviço veterinário da Rússia não está satisfeito com a incapacidade de o Brasil lidar com a febre aftosa, de acordo com um comunicado divulgado nesta quinta-feira.
A Rússia impôs o embargo em outubro às importações de carne bovina de Mato Grosso do Sul devido ao caso de febre aftosa tipo 0 registrado na região. A descoberta de um segundo foco levou a Rússia a estender a barreira comercial para Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Mato Grosso, São Paulo e Goiás.
No comunicado, publicado após reunião realizada ontem com técnicos sanitários brasileiros, em Moscou, o vice-diretor do serviço, Evgeny Nepoklonov, disse que "está claro que o serviço veterinário brasileiro não pode garantir a segurança em relação à febre aftosa e não pode detectá-la rapidamente. Observaremos o Mato Grosso do Sul e o Paraná por, no mínimo, um ano e os estados adjacentes por, ao menos, seis meses”.
Cerca de 14% das exportações de carne bovina do Brasil para a vão para a Rússia. As informações são do Estadão.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)