Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/10/2005 17:26

Aftosa: Defendido o fechamento da fronteira de MT com MS

24horasnews

Deu no site 24 horas news, de Cuiabá:

O fechamento das fronteiras de Mato Grosso com os estados onde está havendo ocorrência de casos de febre aftosa é imprescindível para manter o estado livre da doença. A opinião é do presidente do Fundo Emergencial de Febre Aftosa (Fefa), o deputado estadual Zeca D’Ávila. Os produtores rurais, segundo ele, estão fazendo a parte deles que é vacinar o rebanho, porém, o governo federal continua sendo relapso no que diz respeito à fiscalização das fronteiras brasileiras, obrigação indelegável da União.

Em Mato Grosso, Zeca D’Avila, acredita que nesse momento o governo tem que fechar suas fronteiras para a comercialização do gado em pé, com os estados de Mato grosso do Sul e Paraná, onde diversos focos da doença foram confirmados e também com o estado de São Paulo onde existem suspeitas de foco de aftosa. “Neste momento, o governo brasileiro não pode se preocupar apenas com a reação do mercado internacional ao fechamento de fronteira entre os estados brasileiros, porque prejuízo maior que o boicote do externo, será a entrada da doença em outros estados do Brasil” afirmou. Mesmo sem ocorrência de aftosa, o estado de Mato Grosso já está sendo penalizado com o surgimento de focos da doença em outros estados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)