Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/05/2008 16:09

Aftosa: Certificação da OIE sai até agosto

Ao retornar de viagem pela Europa e Ásia, agora há pouco, o governador André Puccinelli (PMDB) disse, em entrevista no aeroporto, que está confiante na certificação de Mato Grosso do Sul como área livre de aftosa sem vacinação no mês de julho ou no máximo, em agosto. O certificado é emitido pela OIE (Organização Mundial de Saúde Animal), que nesta semana reconheceu 10 estados e o Distrito Federal como áreas livres da doença mediante a imunização dos rebanhos, deixando apenas Mato Grosso do Sul de fora.

O governador disse que faltou esclarecer melhor os técnicos da OIE, informar devidamente sobre as medidas tomadas sobretudo na região de fronteira para evitar a volta da doença. O último foco foi registrado em 2005 e abalou o mercado interno de carne.

A principal medida sanitária adotada pelo Estado foi a criação da ZAV (Zona de Alta Vigilância), que se estende por toda a fronteira com o Paraguai e Bolívia. A secretária de Produção e Turismo, Tereza Cristina Corrêa da Costa, argumentou que a extensa fronteira torna o Estado mais vulnerável e, portanto, é natural a preocupação da OIE.

Apesar disso, não será adotada nenhuma medida nova, apenas serão encaminhados relatórios detalhados sobre o trabalho que vem sendo realizado, disse o governador. Ele destacou a compra de veículos e contratação de servidores para a Iagro (Agência Estadual de Vigilância Sanitária Animal e Vegetal).

O governador foi cauteloso ao falar sobre o Ministério da Agricultura, procurou não atribuir culpa ao órgão pela não certificação de Mato Grosso do Sul. Mas reclamou de “alguns fiscais do Mapa” que, segundo André, são rigorosos demais com o Estado. “Ficam tentando achar pelo dentro do ovo”.

Um fiscal do Ministério da Agricultura teria enviado um relatório à OIE sobre as condições sanitárias do Estado sem sequer comunicar o ministro Reinold Stephanes. O governador não quis revelar o nome do servidor, que já teria sido afastado, segundo ele.

Indonésia

Independente da certificação da OIE, André está otimista quanto ao mercado de carne. Disse que a Indonésia demonstrou interesse em comprar o produto do Estado. Uma equipe já veio nesse ano averiguar as condições sanitárias e fazer os primeiros contatos.

O frigorífico Bertin estaria sendo contratado para fazer a venda. Outra missão da Indonésia chega no mês que vem e deve adiantar o negócio, que compreenderia 140 mil toneladas de carne por ano, disse o governador.






João Prestes e Valdelice Bonifácio

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)