Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/05/2004 10:33

Africanos chegam clandestinos a Recife e são presos

Márcia Wonghon/ABr

Mais quatro africanos que desembarcaram no porto do Recife, depois de viajar como clandestinos escondidos no porão de um navio, estão em prisão administrativa, no Centro de Triagem, Cotel, em Abreu e Lima, na região metropolitana.

Os jovens, com idade entre 17 e 27 anos, saíram do Porto de Conacri, na República da Guiné, e viajaram por seis dias, alimentando-se só com biscoitos e água, em dois compartimentos do porão do navio de bandeira maltesa, Inzhener Plavinksiy, que veio buscar uma carga de seis mil toneladas de açúcar.

Em depoimento na sede da Polícia Federal, após serem fotografados e identificados, eles contaram que trabalhavam como estivadores e embarcaram sem tomar conhecimento do roteiro da viagem, acreditando que iam para a Europa, em busca de melhores oportunidades de trabalho.
O grupo recebe hoje, no posto da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, vacinas contra a febre amarela, o sarampo, rubéola e poliomielite.

De acordo com o assessor de comunicação social da Polícia Federal, Giovani Santoro, em menos de um ano, 16 africanos da Nigéria, Guiné e Costa do Marfim chegaram ao Recife como clandestinos, viajando em porões de navios cargueiros. Apenas dois conseguiram autorização do ministério da Justiça para viver no Brasil, porque tinham status de refugiados do Alto Comissariado da Organização das Nações Unidas (ONU) e corriam risco de vida se retornassem ao país de origem. Os outros aguardam em prisão administrativa o momento de ser repatriados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)