Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/11/2014 11:28

Afastado pela Justiça, prefeito de Cassilândia ainda é procurado

Midiamax

A situação política no município de Cassilândia é de expectativa e indefinição a respeito da substituição do prefeito Carlos Augusto da Silva (DEM), que teve o afastamento, por improbidade administrativa, determinado pela Justiça Federal de Três Lagoas.

A decisão, em caráter liminar, foi publicada dia 30 de outubro e informada ao município, por carta precatória, na tarde de ontem (3/11). Até a manhã desta terça-feira (4/11), o prefeito ainda não havia sido notificado.

Na Prefeitura, a informação era de que nem a Assessoria Jurídica estava conseguindo localizá-lo. De acordo com a chefia de gabinete, a previsão é de que ainda na tarde de hoje haja uma definição e um pronunciamento do prefeito a respeito da decisão da Justiça.

A decisão de afastar o prefeito foi motivada por descumprimento das requisições feitas pelo Ministério Público Federal, caracterizado pela falta de informações e de resposta adequada em tempo hábil às solicitações feitas pelo MPF, em diversas ocasiões ao longo dos anos de 2013 e 2014.

Para o presidente da Câmara Municipal de Cassilândia, Waddyh Moisés Neto (PTC), conhecido como Mineiro, a situação política do município “já passou do limite”. Ele relata que essa é “uma prática comum” na gestão do prefeito Carlos Augusto e que o “hábito” de não responder a ofícios, requerimentos e solicitação de informações gerou até mesmo um pedido de cassação do mandato.

“Mas não conseguimos os oito votos necessários”, relata o presidente da Câmara Municipal. Cassilândia tem 11 vereadores e apenas seis votaram pela cassação.

A previsão do presidente da Câmara é que assim que for cumprido o rito de notificação e afastamento do prefeito, o vice, Marcelino Pelarin (PR) assuma o comando do Executivo de Cassilândia. “Estamos no aguardo e a Justiça me pediu para ficar de prontidão, porque a qualquer momento posso ser chamando para dar posse a ele”, informou o vereador.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)