Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/12/2009 07:00

Advogado é executado com tiro nas costas em Cuiabá

24horasnews

Mistério. Um advogado, funcionário da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) foi executado por volta das 7 horas desta terça-feira (29). João Ricardo de Campos Belluf, de 45 anos, ainda chegou a ser levado para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), mas já chegou morto. Em princípio, a Polícia tratava o caso como um acidente de trânsito, até descobrir que a vítima tinha uma perfuração de bala nas costas.

O caso aconteceu quando o advogado estava entrando no carro dele, um automóvel Corolla cinza, em frente a uma panificadora no Jardim Guanabara, área central de Cuiabá.

Segundo informações de testemunhas a investigadores da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), chefiados pelo delegado André Renato Gonçalves, a vítima foi baleada nas costas por dois homens que chegaram ao local em uma moto.

O homem que estava na garupa atirou e os dois fugiram em alta velocidade. Baleado, o advogado João Ricardo ainda conseguiu dirigir o carro, mas o mesmo perdeu o controle da direção numa descida, bateu contra o um moro, arrancou um coqueiro e só parou próximo a uma residência.

A vítima foi levada para o PSMC pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo antes de ser medicado.

A Polícia, que antes imaginava que fosse um acidente de trânsito com vítima fatal, já trata o caso como uma execução. Os motivos do crime, no entanto, ainda são desconhecidos.

O advogado João Ricardo, além de ser formado em Direito, também era formado em Nutrição e era funcionário de carreira da UFMT. (JRT).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)