Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/10/2005 10:58

Advogado dos cinco deputados do PT vai ao STF

Priscilla Mazenotti/ABr

O advogado dos cinco deputados do PT deve protocolar, no início da tarde desta sexta-feira (14), pedido de liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender a abertura de processo no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara.

Os deputados baianos Paulo Rocha e Josias Gomes e os paulistas João Paulo Cunha, José Mentor e Professor Luizinho contestam decisão da Mesa Diretora da Câmara de analisar o parecer enviado, em bloco, pela Corregedoria da Casa. "O parecer aprovado só faz a descrição, mas não diz o que o deputado fez, não tipifica o crime. Então, quando você vai fazer a defesa, não sabe do que está se defendendo", explicou o advogado dos deputados, Márcio Luiz de Souza.

Os parlamentares alegam que a análise em conjunto não atende à decisão anterior do Supremo, que determinou a individualização dos processos, além de dar prazo de cinco sessões para que os parlamentares pudessem se defender. "O nosso direito de defesa não é só entregar uma petição. É que essa petição seja considerada", disse Márcio. Ele ainda criticou o parecer único aprovado pela Mesa. "O parecer não fez nenhum juízo de valor. Está mandando todos (para o Conselho de Ética) por quebra de decoro", explicou.

Márcio de Souza negou que a decisão de entrar no STF com pedido de liminar fosse manobra para atrasar os trabalhos do Conselho de Ética. "A questão não é ganhar tempo, é fazer com que seja verificado o devido processo. Se você comparar um parlamentar com o outro, cada um tem uma conduta diferente. Só o que a gente quer é a tipificação da pena", disse.

A Mesa Diretora da Câmara deve enviar na tarde de hoje (14) os processos contra os 13 deputados acusados de envolvimento na denúncia de pagamento de mesadas a parlamentares. Na próxima segunda-feira (17), o presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PTB-SP) irá abrir os processos disciplinares. Os deputados têm até as 18 horas para renunciar aos mandatos. Depois do processo instaurado no Conselho de Ética, a renúncia não evita a perda dos direitos políticos, caso os deputados sejam cassados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)