Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/02/2009 11:50

Advogado de brasileira pode usar lúpus como estratégia

Agência Brasil

Brasília - O advogado de defesa da brasileira Paula Oliveira, Roger Müller, afirmou hoje (19) que cogita duas ou três estratégias para defendê-la . Entre elas, o fato de que ela sofre de lúpus como atenuante para seu comportamento, que a teria levada a dizer que fora agredida por um grupo de neonazistas perto de uma estação de trem na Suiça. A doença poderia provocar, entre outros sintomas, distúrbios psicológicos em Paula, que também é advogada. As informações são da BBC Brasil.


Na semana passada, a brasileira relatou à polícia suíça que havia sido atacada por um grupo de neonazistas em uma cidade próxima a Zurique, na Suíça. Na última terça-feira (17), a Promotoria Pública de Justiça de Zurique indiciou Paula por falso testemunho e proibiu que ela saia do país. De acordo com um comunicado divulgado pelo órgão, a advogada é “suspeita de induzir as autoridades ao erro”.

"Ainda não definimos nossas táticas, mas esta seria uma delas", disse Roger Müller, referindo-se à possibilidade de alegar que o lúpus poderia ter levado Paulo a fazer a falsa denúncia. O advogado não quis comentar a informação veiculada pela revista suíça Die Weltwoche de que a brasileira teria assinado uma confissão perante a polícia do país, admitindo que a agressão teria sido uma história inventada por ela.

A brasileira será ouvida na próxima semana pelo promotor público responsável por seu indiciamento, Marcel Frei. Segundo Müller, o dia exato ainda não foi definido. Apesar de o Código Penal suíço prever uma pena de prisão de até três anos para casos como este, Müller descartou a hipótese de Paula ser presa.

Ele avaliou, entretanto, que o caso de Paula é mais grave do que outros que já ocorreram na Suíça, quando pessoas inventaram ou encenaram supostos ataques. Tais casos, segundo Müller, foram de "menor importância e gravidade leve".


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)