Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/06/2007 10:33

Advogado afirma que CNA pode recorrer contra Fundersul

O advogado da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Gervásio Alves de Oliveira Júnior, informou que a CNA (Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária) ainda poderá recorrer contra a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que há uma semana considerou constitucional a Lei 1.963/99 do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul), criado pelo governo. O fundo taxa transporte de grãos e animais.

Oliveira, autor da Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade), diz que aguarda a publicação do acórdão do julgamento para avaliar se cabe recurso no âmbito do próprio Supremo. “Levamos em consideração o fato de a sentença não ter sido por unanimidade. Foram seis votos a favor e um contra numa corte formada por 11 juizes, além do que a própria AGU (Advocacia Geral da União) já havia se manifestado pela inconstitucionalidade”, comentou.

A ação é baseada no argumento de que o Fundo cobrado sobre a comercialização de produtos agropecuários fere a Constituição ao sobrepor uma atribuição federal para estabelecer uma nova forma de tributação aos produtores rurais. O Fundo foi implantado no primeiro mandato do governo de Zeca do PT. (Campo Grande News)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)