Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

21/08/2014 18:00

Advogada tenta habeas corpus para evitar prisão de suspeito de cárcere privado

Campo Grande News

Para evitar a prisão do jardineiro Dirceu Benites, de 40 anos, acusado de manter a amante, uma adolescente de 17 anos em cárcere privado, a advogada Rosana Tognini está no TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), em busca de um habeas corpus preventivo.

O delegado Paulo Lauretto, da DEPCA (Delegacia de Atendimento à Criança e ao Adolescente), pediu a prisão do acusado, que está foragido. Na manhã de hoje (21), a advogada foi à delegacia apresentar a versão do cliente e ganhou 24 horas para apresentá-lo à polícia.

Se a Justiça conceder o benefício, Benites não corre o risco de ser preso na hora que comparecer para prestar depoimento. A advogada garante que a história da adolescente é uma “mentira”. O acusado tem até às 9h de amanhã (22) para ir à delegacia.

O caso veio à tona na última segunda-feira (18), depois que a vítima pediu ajuda em uma farmácia de Campo Grande. A jovem escreveu um pedido de socorro no verso da receita em que recebeu após uma consulta no posto de saúde do Guanandi.

A farmacêutica que fez o atendimento leu o pedido e acionou a Polícia Militar. Os policiais foram até a casa onde estava a adolescente e a resgataram do local.

Segundo a versão do acusado, relatada pela advogada, ciúme mútuo é o motivo que explicaria o pedido de socorro. Ela disse que o jardineiro está “surpreso e chocado” com toda a repercussão do caso. Isso porque o casal vivia uma vida feliz e nunca houve cárcere privado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)