Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/10/2007 18:54

Adulteração do leite ainda não foi constatada à venda

Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirmou que o problema da adulteração do leite com substâncias impróprias para o consumo humano foi encontrado apenas na produção e não no produto final que vai às prateleiras.

Ainda assim, a assessoria de imprensa da Anvisa informou que, a partir do recebimento de informações oficiais da Polícia Federal sobre a operação desencadeada ontem (22), dará início ao monitoramento preventivo das caixas de leite vendidas nos supermercados. A agência reforça que nenhum problema foi constatado até o momento. Por esse motivo, nenhum produto será retirado do mercado.

A Anvisa recomenda que os consumidores fiquem atentos a qualquer aspecto diferente no leite, como a cor, o cheiro ou o paladar. Caso algo seja encontrado, o cidadão deve comunicar os agentes de vigilância sanitária através do e-mail alimentos@anvisa.gov.br.

Ontem (22) a Polícia Federal prendeu 27 pessoas suspeitas de crime contra a saúde pública e contra as relações de consumo por meio da adulteração de leite. A Operação Ouro Branco foi organizada pela Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Federal e o Ministério Público Estadual de Minas Gerais. Segundo a PF, o grupo fraudava a produção de leite longa vida com a adição de substâncias como a soda cáustica.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)