Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/08/2004 08:27

Adolescentes são adotados por meio do Projeto Padrinho

TJ/MS

Uma das maiores dificuldades encontradas nas Varas da Infância e da Juventude por todo o país é conseguir famílias substitutas para crianças ou adolescentes em idade já avançada que vivem em abrigos. Por isso, a equipe da 1ª Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Campo Grande está comemorando a adoção de cinco adolescentes, com idades entre onze e dezesseis anos durante o primeiro semestre de 2004.
A oportunidade surgiu graças ao Projeto Padrinho. Os pais adotivos faziam parte do projeto como padrinhos afetivos – os quais colaboram levando as crianças para passear, acolhendo-os em sua casa no final de semana, entre outras ações - e após pouco mais de um ano passaram a ser a família definitiva dos adolescentes por meio dos pedidos de guarda e adoção.
Se não fosse o Projeto Padrinho o destino desses adolescentes seria muito diferente, explica a psicóloga e coordenadora do Projeto, Rosa Pires. “Com o auxílio deste trabalho as crianças que vivem nos abrigos estão aparecendo aos olhos da sociedade. Percebemos que se encontra em andamento a mudança de uma nova cultura em nosso país, mas que está ocorrendo com muita lentidão. O tempo urge, pois a demora na efetivação da colocação familiar pode significar, para muitas crianças, nunca experimentar o aconchego de um lar, de uma família. Não nos esqueçamos que a vida não tem replay”, alerta a psicóloga.
Na imensidão do Brasil, a adoção tem sido tema de diversos eventos, mas não tem conseguido mudar o destino da maioria das crianças e adolescentes, que continuam sendo violados no sagrado direito à convivência familiar e comunitária. As adoções concretizadas estão números muito aquém das tantas histórias de vidas que continuam institucionalizadas, sob os mais diversos pretextos, cuja esperança ainda tem estado distante para que tantas crianças possam crescer e se desenvolver num lar.
O Projeto - Para participar do Projeto Padrinho é muito fácil. A ajuda às crianças e aos adolescentes pode ser feita de quatro formas: material, prestação de serviços, apadrinhamento afetivo, atividades de esporte e lazer e família acolhedora. Nas duas primeiras a ajuda acontece na compra de roupas, comida etc., e na prestação de serviços gratuitos, e os dois últimos dão apoio afetivo, levando as crianças para passear, acolhendo-os em sua casa durante o final de semana etc.
Além dos padrinhos, há ainda o auxílio dos voluntários, que colaboram na organização interna do Projeto. Podem ser pessoas físicas, entidades, empresas, escolas, clubes de serviço e associações.
Criado no dia 26 de junho de 2000, o Projeto Padrinho tem como objetivo conseguir a ajuda de pessoas, os chamados “padrinhos”, para atender às necessidades de crianças com problemas de subsistência e, dessa forma, permitir que elas possam continuar vivendo com suas famílias.
Para mais informações visite a página do projeto, www.tj.ms.gov.br/projetopadrinho ou vá direto ao Juizado da Infância e da Juventude, que se localiza na Rua da Paz, 14 - Fórum. Fone: 317-3446 / 317-3447. Muitas crianças precisam do seu amor e da sua solidariedade. Seja padrinho ou voluntário você também.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)