Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/08/2013 17:01

Adolescente é infectada por 'ameba comedora de cérebros'

Correio do Estado/ Portal Terra

Uma adolescente americana de 12 anos sofreu uma rara infecção no Arkansas. Segundo os médicos, não há nenhum registro na última década de alguém que tenha sobrevivido à doença que afeta Kali Hardig. As informações são da CNN.

Segundo a TV, há alguns dias a mãe da menina a levou para o hospital. Ela tinha febre e dor de cabeça e, quando os médicos checaram seu fluido espinal, encontraram um tipo de ameba chamado Naegleria fowleri.

Chamada de "ameba comedora de cérebros", segundo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, a bactéria vive na água e entra no corpo pelo nariz, de onde segue até o cérebro. Não há risco de contaminação por beber água, afirmam os especialistas. De acordo com os CDC, foram registrados 128 casos desde 1962 nos Estados Unidos - não fica claro se Kali está incluída nesse número.

"Esta infecção é uma das mais severas que conhecemos", diz Dirk Haselow, do Departamento de Saúde do Arkansas. Segundo o especialista, "99% das pessoas que pegam (a doença) morrem". Em nota, o departamento afirma que a fonte mais provável foi um lago dentro de um parque aquático do Estado.

Segundo Sanjiv Pasala, um dos médicos que atendem Kali, ela foi imediatamente tratada com um antibiótico, um antifúngico e uma droga experimental contra amebas enviada diretamente dos CDC.

Apesar da agressividade da doença, o tratamento parece ter tido efeito. Segundo a CNN, na segunda-feira exames não acharam presença da bactéria no corpo da menina. Uma página de suporte a Kali no Facebook, na quarta-feira afirmava que os médicos já diminuíram a ventilação mecânica para que ela começasse a respirar com as próprias forças e que os especialistas pretendiam desligar a hemodiálise por um breve tempo para checar se seus rins estão funcionando. Os médicos irão também fazer ressonância magnética pra saber a condição do cérebro. Não ocorreram mais atualizações sobre a condição da menina.

"Kali está indo na direção correta. Por favor, continue a rezar por Kali e por sua família", diz a página.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)