Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/03/2004 09:52

Adesão total à greve entrava liberação de cargas

Lúcia Nórcio/ABr

A greve dos fiscais federais agropecuários teve adesão total no Paraná. O Estado tem 219 agentes em aeroportos, fronteiras, portos, escritórios e inspeção. A paralisação, iniciada ontem, está complicando a liberação de cargas na estação aduaneira em Foz do Iguaçu. Caminhões que dependem do trabalho dos fiscais para levar produtos ao Paraguai não estão conseguindo atravessar a fronteira. Na Ceasa, os fiscais realizam operação padrão todos os caminhões são descarregados para vistoria.

O gerente da Central de Abastecimento em Foz, Waldinei dos Santos acredita que a greve deve atrapalhar a exportação de mercadorias e causar prejuízos, com 50% dos produtos deixando de ser comercializados. Com a lentidão na liberação das cargas pelos fiscais do Ministério da Agricultura, as hortaliças vão parar de ser colhidas nas lavouras.

Sem sair do campo e com a colheita atrasada, as mercadorias se deterioram e não servem mais para a comercialização, como é o caso do mamão, melão e do abacaxi. Segundo Bonfim, como os produtores vão parar de colher, pode faltar mercadoria nos próximos dias.

O presidente da Associação dos Comerciantes da Ceasa, Sidnei Bonfim, assinalou que o trabalho dos fiscais é indispensável pois o Paraguai não aceita mercadorias sem laudo fitossanitário

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)