Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/11/2006 05:09

Ademar diz não haver razões para queda do preço do gado

Fabiane Sato

Xom as especulações sobre a desistência da Rússia em alguns negócios com o mercado pecuário brasileiro, o preço da arroba da carne já caiu cerca de R$ 8 em todo o País. Para o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (FAMASUL), Ademar Silva Júnior, não há razão para essa queda de valores.

“Não há razões para toda essa queda no preço do boi. Isso é superexploração da informação. Não existiu nenhuma quebra de contrato e sim um caso isolado”, destaca o presidente. Ontem, a arroba estava sendo cotada a R$ 51, e na quarta-feira, dia 22, Campo Grande foi a praça com a maior baixa registrada, onde o valor médio naquele dia fechou em R$ 52, com desvalorização de 2,34% (comparado com o valor do dia 16).

Outra razão apontada pelo presidente da FAMASUL está na comercialização do rebanho sul-mato-grossense mais voltado para o mercado interno. Ele ! calcula que, pelo menos 80% do que é abatido em Mato Grosso do Sul vá para os consumidores brasileiros. “O boato da quebra de contrato do mercado russo não deveria afetar o Estado”, afirma.

No dia 16 de novembro, conforme os dados do Cepea, a arroba estava sendo comercializada (a vista) em Campo Grande por R$ 51,41, dia 17, o valor caiu para R$ 50,73 e dia 21 para R$ 50,30. Para Ademar as informações sobre as negociações com a Rússia são apenas para prejudicar os produtores rurais e “achatar” os valores da arroba.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)