Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/05/2014 07:44

Acusado de estuprar a própria filha é condenado a 12 anos de prisão

Campo Grande News

O juiz titular da 2ª Vara Criminal de Dourados, Jairo Roberto de Quadros, condenou o acusado de estuprar a própria filha a 12 anos de prisão em regime fechado. O caso aconteceu no dia 09 de março de 2013, mas só agora o homem identificado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul como L. da. S.G foi julgado pelo crime.

De acordo com a denúncia, o acusado teria estuprado a filha de 12 anos dentro de sua residência por diversas vezes. O abuso sexual acontecia sempre quando o homem chegava em casa bêbado.

A defesa de L. da. S.G chegou a pedir pela sua absolvição argumentando que não existiam provas suficientes para a condenação dele. Mas, em depoimento a Polícia, a vítima foi firme a clara ao dizer que o abuso foi cometido pelo próprio pai. A madrasta também confirmou que quando chegou em casa viu o marido embriagado e dois preservativos, um deles usado, ao lado da cama do casal.

O magistrado que condenou o acusado afirmou que a autoridade que o homem tinha em relação a menina facilitava o abuso, e que em ao invés de usar a confiança que ele tinha com a menor para estuprá-la, deveria usar para educá-la. Além disso, afirmou que o ato praticado feriu a integridade física da vítima, além da violência e coação a qual foi submetida.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)