Cassilândia, Terça-feira, 07 de Julho de 2020

Últimas Notícias

14/02/2009 08:09

Acusado de assassinato de juiz pega 20 anos de prisão

TJGO

Em sessão presidida pelo juiz Fernando César Salgado, o Tribunal do Júri de Rio Verde, Estado de Goiás, condenou anteontem (12), o ex-policial militar José Augusto Gonçalves da Silva a 20 anos de reclusão em regime fechado. A defesa do réu já avisou em plenário que recorrerá da condenação. Ele foi acusado de ter matado o juiz de direito Manoel Leite Barbosa em 6 de setembro de 1986, naquela cidade. Por seis votos a um, os jurados acataram as duas qualificadoras (circunstâncias que podem aumentar a pena) apresentadas na denúncia do Ministério Público (MP): a de que crime foi cometido por motivo torpe, uma vez que a vítima teria sido assassinada porque estava fazendo uma apuração sobre tráfico e outros delitos na cidade, sendo que o réu estava entre as pessoas investigadas, e a de uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, que foi alvejada de surpresa.

Segundo o MP, na noite do crime Manoel e sua mulher foram a um recital promovido pela cooperativa Comigo. Por volta das 23 horas, após voltar para casa e estacionar seu veículo na garagem, o juiz se dirigiu ao portão, para fechá-lo, momento em que foi surpreendido por José Augusto, que estava ali, de emboscada, nas imediações. Com um revólver calibre 38, o réu desferiu três tiros em Manoel, provocando sua morte.

Na época, o crime causou grande clamor público provocando profunda consternação na comunidade judiciária goiana e, inclusive, alcançando a mídia nacional, que acompanhou o andamento das investigações . Grande número de pessoas, sobretudo familiares do juiz compareceram ontem ao julgamento, que esteve praticamente lotado. A acusação, em plenário, foi feita pelo promotor Mário Henrique Cardoso Caixeta, que conseguiu derrubar a tese da defesa, de negativa de autoria

Texto: Patrícia Papini

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 07 de Julho de 2020
Segunda, 06 de Julho de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)