Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/11/2009 17:28

Acusação sustenta que PCC pagou assassinos de Morel

Ângela Kempfer e Nadyenka Souza, Campo Grande News

Depois de ouvir a argumentação da defesa, o promotor Paulo César Passos usou o tempo de réplica da acusação para explorar a relação entre Fernandinho Beira-Mar, PCC e advogados contratados após o assassinato do traficante João Morel.

Aos jurados, ele explicou que o réu não é obrigado a falar a verdade, e definiu Beira-Mar como um homem perigoso. “Vocês estão a julgar uma pessoa extremamente perigosa, fria e articulada”.

Novamente, Passos mostrou documentos apresentados como provas da relação do traficante com o crime, cometido dentro do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, em 2001.

A promotoria sustenta que a escolha do executor foi feita pelo próprio Fernandinho Beira-Mar, junto de integrantes do PCC.

O escolhido foi Odair Moreira da Silva, o Marreta. Segundo a acusação, a quebra de sigilo telefônico dele mostrou que antes de matar Morel, o assassino fez ligações e contratou advogados, sustentando o indício de crime planejado.

Os telefonemas foram feitos aos advogados Keila Falcão, Maria Iracema, Willian Macksoud, e Damião Cosme.

Depois da execução, dois deles foram até a Máxima e já se apresentaram como advogados de Odair.

A princípio foi dito que o tio de Marreta teria pago os honorários, mas ele mesmo negou o pagamento, segundo a acusação.

Dias depois, o grupo de advogados esteve em Brasília, onde Beira-Mar estava preso em 2001. O promotor citou detalhes que levantam mais suspeitas sobre a relação entre Odair e Beira-Mar.

Segundo passos, os advogados se comunicavam com Beira-Mar apenas por meio de bilhetes, escritos com caneta preta e colados ao vidro que os separava do cliente em conversas dentro do presídio. Depois do recado dado, os papéis eram destruídos, afirmou a acusação.

Outro ponto reforçado foi a relação de rivalidade entre Beira-Mar e Morel, na disputa pelo comando do tráfico na fronteira entre Brasil e Paraguai.

O promotor expôs mandado de prisão expedido pelo Paraguai contra Fernandinho, acusado da morte dos 2 filhos de Morel, 8 dias antes do crime na Máxima.

A acusação lembrou também, com exceção de uma testemunha, todas as outras foram assassinadas. A última morte foi de Marcelo Diniz, e ocorreu em janeiro deste ano, em Três Lagoas.

A defesa sustentou que a testemunha Ivanézio de Souza apresentou contradições, o que para a acusação foi medo. Passos citou trecho do depoimento dele: “ainda hoje continuo sofrendo risco de vida”.

Outra questão contestada pela promotoria foi o fato da irmã de Morel e do irmão terem negado a participação de Beira-Mar no crime. "Depois eles disseram que não tinham nada a declarar", lembrou o promotor alegando também que os dois temiam a morte.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)