Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/07/2011 08:10

AÇÚCAR: Ministério da Saúde alerta para os riscos do consumo excessivo

Agência do Rádio

Sessenta e um por cento da população brasileira exagera no açúcar. É o que mostra a Pesquisa de Orçamento Familiar divulgada recentemente pelo IBGE. Os dados revelam que os brasileiros – sobretudo os adolescentes – estão trocando alimentos mais saudáveis, como frutas e cereais integrais, por biscoitos recheados, refrigerantes e sucos adoçados. E essa troca não é vantajosa, pois aumenta o risco de contrair doenças crônicas, uma das principais causas de morte no mundo, de acordo com a OMS, Organização Mundial da Saúde. O coordenador-adjunto de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Eduardo Nilson, diz que o açúcar está relacionado diretamente ao aumento de peso, o que facilita o surgimento de doenças como hipertensão e diabetes.


\\\"Ele tem relação direta com todo um hábito alimentar que está relacionado ao desenvolvimento de excesso de peso e obesidade e traz todas as doenças que estão associadas, vem todo um conjunto de doença crônicas em que o excesso de peso e a obesidade são fatores de risco.\\\"

Uma dica do coordenador-adjunto de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Eduardo Nilson, é diminuir a quantidade de açúcar na hora da preparação de bebidas e outras receitas doces. Outro alerta serve para os alimentos processados, que levam grande teor da substância em sua composição.


\\\"Principalmente no caso dos alimentos processados, que têm um conteúdo de açúcar muito elevado. Por exemplo, um alimento que é muito dado para crianças que são aqueles sucos industrializados. Ao mesmo tempo que se pensa estar vinculando a uma alimentação saudável mas está trazendo também o risco que é por esse excesso de açúcar que vem naquele alimento.\\\"

Eduardo Nilson, coordenador-adjunto de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde alerta que os pais devem ficar atentos à quantidade de açúcar consumido pelos filhos, para evitar o aparecimento precoce das doenças crônicas não-transmissíveis.

Reportagem, Alexandre Souza

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)