Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

04/06/2009 14:26

Acordo pode viabilizar votação da reforma eleitoral

Agência Câmara

Um acordo entre os líderes partidários na Câmara pode permitir a votação, ainda neste mês, de um projeto alterando as regras para as eleições de 2010. O conjunto de mudanças, sistematizado pelo deputado Flávio Dino (PCdoB-MA), inclui a regulamentação da pré-campanha, a liberação do uso da internet nas campanhas e a definição de critérios para a realização de debates transmitidos pelo rádio ou TV. Para valer nas próximas eleições, as mudanças devem ser aprovadas pelo Congresso Nacional até setembro.

"A idéia é acabar com os vazios que acabam sendo regulamentados pelo Tribunal Superior Eleitoral, permitindo que o Congresso retome a direção das mudanças na Lei Eleitoral, que é sua prerrogativa", afirmou o deputado Flávio Dino (PCdoB-MA). Uma comissão foi formada nesta quinta-feira para elaborar o texto final do projeto, que deverá ser votado em Plenário na terceira semana deste mês. Os integrantes da comissão terão até terça-feira (9) para apresentar sugestões.

Financiamento e propaganda
Depois disso, a comissão iniciará a discussão sobre o financiamento público de campanha - outro dos temas que serão avaliados pela comissão. A intenção do governo é discutir uma proposta de financiamento público de campanha sem lista fechada, mas o líder do DEM, Ronaldo Caiado (GO), já anunciou, que seu partido é contra essa proposta. Para ele, o financiamento público só pode ser aprovado se estiver vinculado à lista fechada. "Ao desvincular uma coisa da outra, o governo matou a reforma política. O que está em discussão são remendinhos, nada substantivo", declarou.

A proposta de Flávio Dino proíbe as empresas de financiar campanhas. Já as pessoas físicas estariam autorizadas a investir recursos, mas com um teto relacionado a sua renda bruta. Partidos e candidatos passariam a ser obrigados a divulgar, semanalmente, relatórios discriminando os recursos recebidos. O texto também aumenta o controle dos gastos de campanha por parte da Justiça Eleitoral e criminaliza duas práticas ilegais - o caixa dois e o financiamento ilegal de campanha.

Em relação à propaganda eleitoral, a proposta de Flávio Dino consolida em lei resoluções recentes do TSE que ainda não estão claramente expressas na legislação. Entre elas, as regras relativas ao uso de placas e à realização de carreatas e caminhadas na véspera de eleição. O texto do deputado também regulamenta a pré-campanha eleitoral e libera as prévias partidárias e a propaganda via internet de modo universal.

Congresso revisor
Há ainda a possibilidade de a comissão buscar acordo para a convocação de um congresso revisor em 2011, com deputados eleitos em 2010. Segundo o líder do Governo, Henrique Fontana (PT-RS), ficariam para essa etapa os pontos que não tiverem consenso nesta legislatura. Essa alternativa une parte dos partidos da base aliada ao governo e supostamente permitiria que as mudanças na legislação política sejam feitas com mais facilidade. O DEM, no entanto, também já se manifestou contrariamente.

Notícias relacionadas:
Base aliada quer Congresso Revisor para mudar sistema político
Urgência para lista fechada divide partidos na Câmara
Pesquisa aponta apoio a financiamento público e janela partidária
Frente popular fecha propostas para reforma política
Deputados querem priorizar lista fechada e financiamento público


Reportagem - Rodrigo Bittar
Edição - Paulo Cesar Santos

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)