Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

26/10/2017 06:40

Acordo entre JBS e Governo do MS é homologado pela Justiça estadual

Campo Grande News

Foi homologado nesta quarta-feira (25) pela 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande o acordo entre a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Assembleia Legislativa que apurou irregularidades na concessão de incentivos fiscais e o frigorífico JBS. Com isso, os valores anteriormente bloqueados serão todos liberados.

O acordo prevê uma 'trégua' de quatro meses entre as partes, o que vai permitir que Estado e empresa concluam a análise de quanto deve ser devolvido aos cofres estaduais. Como garantia do acordo, cinco áreas pertencentes ao frigorífico, somando R$ 756 milhões, foram dados como garantia para que o acordo fosse fechado.

A negociação que chegou a esse entendimento aconteceu após a JBS paralisar o abate nos sete frigoríficos que a empresa mantém em Mato Grosso do Sul. O frigorífico afirmava haver insegurança jurídica no Estado para seguir atuando aqui, já que teve R$ 730 milhões bloqueados judicialmente a pedido da CPI.

"Esse acordo dará segurança ao Estado sobre o recebimento e depois será auferido o que a empresa deve ressarcir e ela prometeu pagar", afirmou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) na segunda-feira (23) dia 23.

Nesse período de quatro meses, a JBS terá 120 dias para fazer uma auditoria externa, que deve chegar ao valor que precisa ser repassado ao Governo do Estado. Os valores referem-se ao que a empresa deixou de investir em contrapartida aos benefícios fiscais que recebeu ao longo do tempo que está instalado em Mato Grosso do Sul.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 22 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)