Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/11/2008 20:15

Acordo do MPF que prevê redução de enxofre do diesel

Elaine Patricia Cruz , ABr

São Paulo - O juiz federal José Carlos Motta, da 19ª Vara Federal Cível de São Paulo, aprovou e homologou o acordo feito entre o Ministério Público Federal (MPF) e várias empresas fabricantes de veículos. O acordo estabelece ações de compensação em função do não-cumprimento da Resolução 315/02 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) que previa a utilização do diesel S-50 – que reduz em 90% a poluição emitida pelos veículos – a partir de janeiro de 2009.

Segundo o Ministério Público Federal, com a homologação, o acordo já está valendo e terá que ser cumprido conforme os prazos estabelecidos no documento.

Pelo acordo, a comercialização de um diesel menos poluente e com menor quantidade de enxofre só será possível em 2012. A partir desse ano, já será produzido o diesel S-10 (ainda menos poluente que o S-50). A previsão inicial é de que ele só fosse entrar em vigor em 2016. Também está prevista a retirada do diesel S-2000, o mais poluente disponível no país com 2000 partes de enxofre por milhão, até 2014.

A resolução também determina que o governo terá que estudar mecanismos para renovar a frota de veículos e para melhorar e ampliar a inspeção veicular.


O acordo foi assinado no último dia 30 entre o MPF, o governo de São Paulo, a Agência Nacional do Petróleo (ANP), a Petrobras, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental de São Paulo (Cetesb), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e 17 fabricantes de veículos e motores.

Hoje (5), o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, disse que houve “omissão” por parte do governo e da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em relação ao cumprimento da Resolução 315/02 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)