Cassilândia, Quarta-feira, 30 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

23/10/2003 16:03

ACM quer explicações de procurador publicadas no Estadão

Agência Senado

O senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) exigiu hoje que a Mesa do Senado publique no jornal O Estado de S. Paulo a carta de esclarecimento do procurador-geral da República, Cláudio Fonteles, enviada ao Senado, em que ele diz que apenas citou uma frase do jurista Heleno Fragoso em que ele compara a impunidade de um senador corrupto com a de um homem comum, do povo, a quem chamou de “Zé Pretão”. O jornal publicou a frase como sendo do próprio Fonteles.

- O procurador mencionou, e o Estadão publicou como manchete de página em oito colunas, que há 15 anos um senador corrupto vai à missa todo domingo. Ele não se referia a mim, porque não sou corrupto, rezo mas não tenho ido à missa, e não era senador há 15 anos. Mas isso não pode ficar sem resposta no local em que foi publicado - disse Antonio Carlos.

O senador explicou ainda que o procurador do Senado, senador Demostenes Torres (PFL-GO), encaminhou pedido de explicações e recebeu a carta de Fonteles esclarecendo que tratava-se da citação de uma fase de Heleno Fragoso.

Na carta, Cláudio Fonteles diz que estava apenas comparando o tratamento dispensado pela Justiça a pessoas de diferente condição social. O senador Mozarildo Cavalcanti (PPS-RR), na presidência da sessão plenária, leu a carta-explicação do procurador, mas ainda assim o senador Antonio Carlos exigiu a publicação no Estado de S. Paulo, mesmo que para isso seja preciso pagar.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 30 de Setembro de 2020
Terça, 29 de Setembro de 2020
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Segunda, 28 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)