Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/01/2010 19:11

Acidentes mataram 33 pessoas em 15 dias nas estradas

Edivaldo Bitencourt, Campo Grande News

Em 15 dias, durante o feriadão de Natal e Ano Novo, acidentes de trânsito mataram 33 pessoas que viajavam por Mato Grosso do Sul, sendo 17 mortes nas rodovias federais e 16 nas estaduais. Balanço da PRF (Polícia Rodoviária Federal) constatou aumento de 44% no número de óbitos, considerando-se aqueles apenas ocorridos no local do acidente.

Foram oito acidentes nas rodovias federais, que causaram 17 mortes. O número é superior ao divulgado pela PRF, que contabilizou 13 vítimas fatais no local da ocorrência. Em relação ao feriadão de 2008, quando foram nove vítimas, houve aumento de 44%.

Conforme o balanço da corporação, 163 pessoas ficaram feridas, aumento de 58% em relação ao mesmo período de 2008, quando foram 103 vítimas. O número de acidentes cresceu 37,16% no período, de 113 para 155.

Causas – Segundo o assessor de comunicação da PRF, Eduardo Lugo Samudio, uma das causas do aumento foi a lotação dos veículos durante as viagens. A maior parte preferiu viajar com o carro lotado, aproveitando a redução dos custos.

Outra causa foi a quantidade de chuva. A PRF citou dados do Agritempo, que registrou a ocorrência de 45 a 65 milímetros de chuva no período de 23 a 30 de dezembro do ano passado. Cerca de 14,83% dos acidentes tiveram como causa a aquaplanagem.

A principal causa, responsável por 38% das ocorrências, foi falta de atenção. O terceiro fator foi dos carros não aguardarem distância regulamentar dos outros, responsável por 9,03% da ocorrências no feriadão.

Tragédias – Foram oito acidentes gravíssimos na BR-163, que respondeu por metade das ocorrências nos dois feriados. O mais grave ocorreu na véspera do Natal, 23 de dezembro, quando a colisão entre um Corsa, uma carreta e uma Kombi, matou quatro pessoas e destruiu a festa de três famílias.

Morreram na colisão Cristiano Vieira da Silva, 22, sua filha, Larissa Nunes da Silva, 2, e seu amigo, Elias Alfredo Dionísio, 33, e o passageiro de outro carro, um feirante na Capital, Claudemir Ferreti.

No dia seguinte ao Natal, outra tragédia na BR-163, mas em Caarapó. A colisão entre um Mégane e um Fiat Uno matou Dulcymar Martins Galvão, 25, Orlando Molina Júnior, 51,Yara Vidal Ourives, 43, Cristian Silvio Leite, 31, e Grazielli Cristina Leite, 23.

Outros dois acidentes fizeram duas vítimas cada, ambos também na BR-163. Em Mundo Novo, a colisão entre um Fiat Uno e uma carreta matou Nicolly Milena Shnorr Valaites, 10, e Idelso Rovani, 58.

Já na Capital, um acidente matou os motociclistas Kleyson Ferreira de Souza, 26, e José Carlos Jesuíno Dias de Souza, 25.

Estaduais – A situação não foi diferente nas rodovias estaduais, onde 16 pessoas morreram em sete acidentes. O mais grave ocorreu na noite de sábado, depois do Ano Novo, quando a colisão de um caminhão e um Corcel II matou cinco jovens: Gevanilson de Jesus Amorin, 24, Rosiel de Jesus Amorin, 21, Roberto dos Santos, 30, Eliana Antônia da Silva, 23, e Lílian Tonhão dos Santos, 20.

Outra colisão, de um Pólo com uma caminhonete D-20 matou três pessoas na MS-497, sendo as vítimas Léo Noronha Lemos de Freitas Fleury, 27, Jessiane Nunes Pereira, 16, e Amanda Miranda de Souza, 13.

Outros três acidentes causaram duas mortes. Na MS-376, morreram Odon Leite de Carvalho Neto, 21, e Eduarto Ducat Soares, 21, num capotamento.

Dois motociclistas morreram na transpanteira, Daniel Goettems Martins, 30, e Luiz Carlos Machado da Silva, 26.

Já na MS-376, entre Fátima do Sul, a colisão entre um automóvel e uma carreta matou Gabriel Junior, 8, e Junior Marcelo Straub, 45. Nem todas as vítimas foram computadas porque morreram no hospital.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)